Aumento do IPI para Motos – Informações



  

A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) anunciou que, após a medida adotada pelo Governo de aumentar o IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) de motocicletas, as principais motos atingidas serão as de até 50 cm³ importadas ou produzidas fora da Zona Franca de Manaus (AM). A alíquota de 35% no IPI deverá ser aplicada a partir do dia 1º de setembro.

Segundo a Federação, o objetivo do Governo foi de atingir o grande volume de motos independentes e fabricadas na Ásia.

De acordo com a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), a medida adotada representa um modo de maior incentivo à indústria nacional, já que passa a regular o mercado, por causa da condição de um aumento na competividade com os produtos importados. Isso se deve ao fato de as montadoras instaladas em Manaus possuírem isenção do IPI e fabricarem a maior parte dos modelos de motocicletas nacionais.





Ainda, conforme as informações obtidas, as motos de alta cilindrada não serão atingidas pela medida, devido ao fato de já possuírem o IPI de 35%.

Por Anne A. Matioli Dias



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *