Conheça a nova Honda NC 750X



  

Foi apresentada pela fabricante de motos Honda, nesta última quinta-feira dia 29 de fevereiro, a nova motocicleta NC 750X. Essa moto foi criada para substituir a antiga NC 700X. Segundo informações da fabricante, esse novo modelo começará a ser comercializado nas lojas de todo o país pelo valor de R$ 28.990 para a versão Standard e R$ 31.100 para a versão que vem de fábrica com a tecnologia de freios ABS.

Para essa novidade do mercado, a empresa tem uma estimativa de que sejam vendidas, inicialmente, cerca de 2 mil unidades somente neste ano de 2015, sendo que 20% na versão mais barata e os outros 80% na versão mais cara, que é a com sistema de freios ABS. As cores disponíveis serão somente preto ou branco.

Quando comparamos o modelo anterior com esse novo modelo, a alteração mais relevante está no motor, haja vista que, nessa nova versão, o mesmo foi reformulado e ganhou mais cilindradas, o motor bicilíndrico que era de 670 cc de cilindrada passou a ser de 745cc, ou seja, como pode ser observado, um aumento significativo, que faz com a moto obtenha uma melhoria em seu consumo e em sua performance.

A NC 750X ficou mais econômica após essas mudanças. No ambiente urbano, ela é capaz de fazer 30,52 Km/l e no ambiente de estrada é de 26,85 km/l, mas o grande ganho foi com relação à velocidade máxima que subiu de 167,61 km/h na versão anterior para 174,7 km/h.





E as novidades não param por aí, uma vez que no painel a NC 750X ganhou novas funções, tais como o marcador de consumo instantâneo e médio, bem como um indicador de marchas. O porta objetos continua presente, o qual tem a capacidade de 21 litros que dá para transportar um capacete de modo integral e ficou localizado exatamente onde, nas motos convencionais, é o tanque de combustível.

Para fazer essa modificação, a Honda teve que deslocar o tanque de combustível dessa motocicleta para parte debaixo do assento. O assento também sofreu uma leve alteração, através da mudança da textura em que ele era confeccionado, a fim de dar melhor aderência aos condutores. 

Por Adriano Oliveira

Foto: divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *