Honda lançou a nova motocicleta CBR 250 RR



  

O modelo chegou ao mercado para concorrer de forma direta com os dois modelos de renome no mercado, que são a Kawasaki Ninja 300 e a Yamaha YZF-R3.

No dia 25 de julho de 2016, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Honda lançou, na Indonésia, a nova motocicleta CBR 250 RR. Este modelo chega como inédito, sendo que esta motocicleta foi projetada com propulsor de bi cilindro, o qual trabalha com refrigeração feita a líquido. A Honda CBR 250RR chega ao mercado para concorrer de forma direta com os dois modelos de renome no mercado que são a Kawasaki Ninja 300 e a Yamaha YZF-R3. Apesar de todas as especulações que ainda estão envolvendo este lançamento, neste primeiro momento a Honda optou por não divulgar maiores dados estatísticos a respeito do desempenho desse propulsor.

Mesmo sendo uma esportiva de pequeno porte, a CBR 250RR chegará ao mercado como uma evolução da CBR 250R, motocicleta esta que possui propulsor de apenas um cilindro, bem como um conjunto bem mais simples. Conforme a Honda divulgou, as vendas desse grande lançamento irão começar, na Indonésia, ainda no final deste ano, sendo que os planos da empresa são de fazer com que em breve chegue também no mercado japonês.

Para os brasileiros que sem sombra de dúvidas ficaram animados com mais este grande lançamento da Honda, a notícia triste é que a empresa não revelou nenhuma estimativa de quando o modelo será disponibilizado aqui no mercado brasileiro. Apesar de ter sido lançada somente agora nesta última semana, o conceito da CBR 250RR pôde ser visualizado na edição do Salão de Tóquio do ano de 2015.

As novidades estéticas da nova Honda CBR 250RR ficarão por conta da estreia de um inédito conceito de farol frontal, os veio disposto com duplo farol no modelo bumerangue, outro destaque estético do modelo é o escapamento que é dotado de saídas duplas, bem como a rabeta que além de ser esportiva e alta possui detalhes chamativos confeccionados com LEDs.

O acelerador do modelo é do tipo eletrônico, sendo que o propulsor funciona com três tipos distintos de mapas. Sendo que deste modo o condutor tem a possibilidade de fazer a opção entre uma entrega de potência mais esportiva ou mais linear.





O sistema de freios da motocicleta é ABS e com discos em ambas as rodas, a balança foi confeccionada em alumínio e as suspenções dianteiras invertidas.

Por Adriano Oliveira

Honda CBR 250 RR

Honda CBR 250 RR

Fotos: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *