Kawasaki Vulcan 650 2017 – Preço e Ficha Técnica



  

Confira aqui o preço e a ficha técnica da nova Kawasaki Vulcan 650 2017.

Em 2001 a Harley Davidson mudou o tom na maneira como eram produzidas as motos Custom. Na época a marca colocou no mercado a V-Road que trazia um estilo mais agressivo e diversos elementos de naked. O aspecto que mais se destacou com esse lançamento foi a questão básica de que a fabricante mostrou de todas as formas possíveis que no campo das custom o visual clássico e ornamentado ou ainda uma personalidade “sem destino” e “bandida” não eram a “essência” obrigatória das custom.

Depois que a V-Road mostrou o que era possível, outras fabricantes começaram a seguir o seu exemplo e aos poucos foram aplicando algumas “pitadas desse novo tempero”. Mais de uma década depois dessa “inovação”, o sucesso das vendas nessa linha ainda é bem tímido. De fato, as motos custom clássicas continuam como as preferidas. Entretanto, uma breve olhada no comportamento delas nas pistas deixa claro as vantagens.

E nesse caminho chegamos a Kawasaki Vulcan 650 S. O modelo conta com ingredientes fundamentais das chamadas “power custom”. Os preços da moto ficam entre R$27.290 e R$31.490 (ABS). Basicamente o visual da Vulcan 650 S é de uma V-Road em miniatura: Os faróis são quase triangulares, os cantos são arredondados e são envoltos por uma moldura em preto fosco, o para-lamas dianteiro é relativamente pequeno e a rabeta comprida.

O motor

O tempero aqui fica por conta do motor. No meio do quadro vamos encontrar um dois em linha muito conhecido (é o mesmo que está na trail Versys 650, naked ER-6N e também na versão carenada Ninja 650). Aqui vamos ter 649cm³, 6,4 kgfm de torque com 61 cv de potência, uma faixa de uso estreita e a estruturação feita para girar alto impressionam mais pela velocidade do que pela arrancada propriamente dita. É interessante observar que nas custom tradicionais o que acontece é exatamente o oposto disso. Ou seja, chamam a atenção na arrancada.

Outro aspecto interessante que podemos destacar é o ponto de que o quadro e o motor são compartilhados. Além disso, temos uma suspensão traseira monochoque, ajustável em sete níveis e com pré-carga de mola.





A Kawasaki Vulcan 650 S não é barata, porém, a moto não tem rivais diretas. E mesmo assim, o preço se mostra bem coerente com o “conjunto da obra”. Para entender melhor um degrau abaixo da Vulcan 650 S vamos encontrar a Dafra Horizon 250, que sai por R$17 mil, mas que tem características significativamente bem mais inferiores.

Já no patamar de cima as que chegam mais perto da Vulcan 650 S são a Suzuki Boulevard 800 (de R$ 36 mil) e a Harley Iron 883 (de R$ 43 mil)!

Por Denisson Soares



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *