Novos valores dos carros passam a valer a partir de junho de 2016.

Mesmo diante da crise econômica que assola o país atualmente, o setor automotivo tenta animar o consumidor com algumas promoções, bem como novos modelos com bastante atrativos aos consumidores, contudo, na contramão de todas as expectativas, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Fiat fez a divulgação oficial da sua tabela de veículos para o mês de junho, fato este que desanimou muitos consumidores, haja vista que a fabricante reajustou praticamente todos os modelos da sua linha. Vale ressaltar que o último reajuste que a montadora fez na sua tabela de preços ocorreu no mês abril de 2016.

Dentre os veículos que tiveram os seus valores reajustados estão os seguintes modelos: Palio Fire, Palio, Grand Siena, Uno, Idea, Weekend, Doblò, Strada, Toro, Punto e o Linea, sendo que o Punto teve a sua linha 2017 lançada recentemente. Os únicos modelos da marca que não tiveram os seus valores reajustados foram o Siena EL, 500, Mobi e Freemont.

Um dos destaques deste reajuste focou por conta do principal lançamento da fabricante para este ano, a renomada picape Toro, a qual foi inserida no mercado no mês de fevereiro e com este reajuste está passando pelo seu segundo aumento em apenas quatro meses. Na ocasião em que a Toro foi lançada, a sua versão mais básica, a Freedom 1.8, era comercializada por R$ 76,5 mil, já no mês de abril o veículo passou a custar R$ 77,8 mil e agora, depois dessa última atualização nos preços, o modelo está custando R$ 79.240, ou seja, um aumento significativo de R$ 2.740 a mais.

A mesma versão Freedom da Toro, porém movida à diesel e com transmissão manual, no mês de fevereiro era vendida por R$ 95,5 mil e não teve aumento no mês de abril, contudo, nesta nova tabela de junho o modelo teve um aumento de R$ 1.770 e agora está sendo vendida a R$ 97.270.

O certo é que, ao que tudo indica, a Fiat deverá sofrer um decréscimo nas vendas devido a este reajuste, uma vez que as concorrentes irão, sem sombra de dúvidas, trabalhar em cima do fator preço para tentar batê-la nas vendas.

Por Adriano Oliveira


Muitos motoristas querem trocar o carro por uma moto, mas é preciso saber se adaptar ao jeito de pilotar uma.

Muitos motoristas pretendem trocar o uso do carro pela moto e os benefícios são claros: motos não ficam paradas em congestionamentos, possuem baixo de custo de manutenção em comparação com os carros, gastam menos combustível, são menos poluentes, são fáceis de estacionar, o custo de aquisição é bem mais acessível, e em muitos lugares motos não pagam estacionamento ou pagam um valor muito menor.

Mesmo com tantas vantagens é necessário ter a consciência de que é preciso se adaptar, apesar da facilidade as diferenças entre os 2 tipos de transporte chamam atenção para alguns cuidados, portanto, fique ligado nas dicas que daremos a seguir:

1.       Todo cuidado é pouco:

Muitos acidentes envolvem motociclistas que muitas vezes são considerados abusados no trânsito. Não tente manobras arriscadas, lembre-se que a melhor forma de garantir a sua segurança é ter atitudes sensatas, portanto, não abuse e dirija com muita atenção.

2.       Capacete: equipamento é obrigatório para condutor e passageiro.

Apesar da obrigação legal, muitos motociclistas não respeitam as regras, além do uso é necessário manter as viseiras abaixadas durante o percurso, invista em bons equipamentos de segurança.

3.       Compre um modelo de moto que atenda às suas necessidades:

Existem centenas de motos no mercado que são segmentadas de acordo com o uso, saber escolher é fundamental para evitar futuros transtornos.

4.       Treinamento nunca é demais:

Sabemos que ter a carteira de habilitação não significa estar preparado para dirigir no caos do trânsito, praticar em vias pouco movimentadas é uma boa iniciativa, além de dar mais experiência aumenta o nível de confiança do condutor.

5.       Planejamento de Percurso – Iniciantes devem evitar lugares de trânsito intenso:

Locais com trânsito intenso necessitam de muita habilidade na direção da moto, se você está começando, opte por vias mais tranquilas, tenha planejamento de percurso e fuja de enrascadas.

Esperamos que estas dicas te auxiliem na adaptação do uso de sua moto e desejamos boa sorte no seu percurso!

Por Beatriz Duarte

Pilotar moto

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: