Veja aqui mais detalhes sobre as novas motos da BMW.

As novas BMW F 750 e F 850 GS chegam ao Brasil no final deste ano e estão repletas de novidades para quem gosta de moto moderna, potente e com tecnologia de ponta. As duas motos serão montadas em Manaus, Amazonas e somente no último trimestre deste ano que estão à venda, mas já é possível conferir tudo que estas duas motos irão oferecer, pois além de contarem com belíssimo design, são potentes e proporcionam maior segurança ao piloto.

Dorit Mangold, que é gerente de produtos da BMW, disse que nestas motos não há uma só peça dos modelos antigos. A declaração dada por Mangold no Salão de Milão em 2017, mostrou que a marca investiu pesado para ter modelos exclusivos, que vão de encontro às atuais exigências do mercado. A empresa alemã quis produzir motos mais versáteis, modernas, que atendem perfeitamente o dia a dia na cidade, como também são ótimas para longas viagens.

Os engenheiros trabalharam para deixar o motor mais potente e a F 850 GS oferece 95 cv. Colocaram o virabrequim a 90 graus e fizeram outras alterações que acabaram deixando o som bem mais forte. Para acabar com quase toda vibração, foram colocados dois eixos contrabalanceiros. Na F 750 GS é encontrado o mesmo motor, só que mais brando, com 77 cv, 7.500 giros e 8,4 kgfm a 6.000 rpm. É um motor praticamente novo, que apresenta um desempenho muito melhor, com menos vibrações, chegando a 190 km/h.

Outra novidade muito bem vinda é a embreagem anti-deslizante. A transmissão final ainda é de responsabilidade da corrente, mas o conjunto agora encontra-se do lado esquerdo. A BMW se preocupou também em deixar o modelo mais estável, por isso, no lugar do quadro em treliça, optou por um de dupla trave superior em aço, que recebeu muito bem o novo motor.

Outro detalhe que merece atenção foi a mudança realizada na parte 'ciclística', onde o tanque foi acomodado de uma forma mais convencional, ficando entre o assento e a coluna de direção. Antes ficava atrás, sob o banco. A capacidade agora é de 1 litro a menos que a versão anterior, são 15 litros o limite, o que para muitos acaba sendo um problema, principalmente quem gosta de longas viagens, mas a BMW garante que o modelo está mais econômico e este 1 litro a menos não dará diferença para a versão antiga.

Um melhor centro de gravidade foi obtido graças ao novo conjunto ciclístico, além da melhor distribuição do peso, tudo isso resulta em maior segurança para o piloto, além de deixar as novas F 750/850 GS bem mais ágeis, mas sem prejudicar a estabilidade quando são alcançadas maiores velocidades nas estradas.

A intenção da BMW foi deixar a F 850 GS mais no estio off-road, por isso o modelo vem com garfos invertidos, enquanto a 750 GS conta com garfo telescópico. A balança traseira ganhou monoamortecedor centralizado e mola progressiva para a F 850 e somente o modelo aventureiro é que tem ajuste eletrônico das suspensões.

Mas o que mais diferencia a F 850 da F 750 são as rodas. A 850 GS tem rodas raiadas, raios externos, a dianteira é de 21 polegadas e a traseira de 17. A 750 GS é mais baixa, com a roda dianteira de 19 polegadas e a traseira de 17, sendo rodas raiadas.

O painel de TFT deverá estar presente apenas na F 850 GS, mas ambas contam com acelerador eletrônico, tanto para o modo Road como também Rain, além do controle de estabilidade e os freios anti-travamento, que são fundamentais para a segurança do piloto. Mas a BMW preparou muito mais, por exemplo, a 850 GS conta com 3 modos de pilotagem, controle de tração dinâmico e o ABS otimizado para quando for fazer uma curva.

A F 700 GS está sendo vendida a R$ 39.950, enquanto a F 800 GS custa R$ 45.900. Para os novos modelos, certamente os preços terão um acréscimo.

Por Russel


O modelo BMW F 850 GS 2019 possui design robusto, moderno e totalmente único.

Você está procurando uma big trail de média cilindrada para andar tanto no asfalto das estradas como nos trechos que não são asfaltados? Talvez a BMW F 850 GS 2019 seja a moto ideal para o que você está procurando!

Quer saber um pouco mais sobre essa novidade que foi apresentada no último Salão de Milão? Então confira o post a seguir e fique por dentro de todas as informações acerca da moto big trail BMW F 850 GS 2019!

Conheça a moto BMW F 850 GS 2019 e apaixone-se por esse motor incrível

Como todos os amantes de carros e motos já sabem, o Salão de Milão apresenta diversas novidades no mundo dos motores. A BMW aproveitou a oportunidade e lançou, entre muitos outros modelos, a motocicleta big trail de média cilindrada BMW F 850 GS 2019 que, segundo a empresa, funciona tão bem na estrada asfaltada, como em locais que não possuem asfalto.

Saiba tudo sobre o design da nova moto de média cilindrada da BMW

A novidade marca BMW possui um design único que encantou a todos que visitaram a feira mundialmente famosa Salão de Milão. A motocicleta assinada pela BMW modelo BMW F 850 GS 2019 possui design robusto, moderno e totalmente único.

A imponente moto da BMW ganhou uma estrutura metálica de aço tubular o que possibilitou que o seu visual ficasse ainda mais moderno, essa estrutura é ideal para práticas esportivas como off road.

Além disso, a nova motocicleta da BMW é equipada com um painel de instrumentos todo iluminado com luzes alaranjadas, a qual acende automaticamente nos ambientes escuros. O display de 5.5 polegadas também é um belo diferencial no design visual da moto da BMW, com tela TFT o painel mostra para o piloto todas as informações necessárias na hora do tráfego, tais como: nível do combustível, marcha engatada, temperatura do motor, hodômetro total e parcial e informações importantes sobre o tanque do veículo, além disso, o painel é equipado com velocímetro, conta giros, cronômetro, saída 12V para acessórios em geral, relógio e luzes de LED.

Incrível, não é mesmo?! A moto nova da BMW é ainda mais completa, seus bancos de assento são de altura diferentes, controle de tração ASC, comando de punhos de fácil acessibilidade, entre outras coisas.

Saiba mais sobre o motor dessa incrível máquina da BMW

O motor da moto BMW F 850 GS é bicilíntrico de 853 centímetros super potente, são 95 cavalos de potência que permitem com que o motorista corra de maneira segura e tranquila nas estradas do mundo. O motor é de quatro tempos e o sistema de arrefecimento é líquido. Seu disco dianteiro é duplo e o traseiro é simples. A suspensão da moto BMW F 850 GS é com ajuste eletrônico. O sistema ABS é acompanhado com sistema eletrônico. Os pneus da moto são de 12 polegadas.

Segurança do motorista

A motocicleta da BMW a qual estamos alando vem equipada com um sistema chamado eCall prórpio da BMW o qual é instalado na moto, e funciona por meio de satélite. O eCall permite que o piloto dono da motocicleta consiga pedir ajuda e seja rastreado, caso necessite, em caso de algum acidente.

Confira as informações da ficha técnica da moto BMW F 850 GS

INFORMAÇÕES SOBRE O MOTOR

TIPO DO MOTOR: Arrefecido com água, 4 tempos, dois eixos de cames na cabeça do cilindro, 4 válvulas por cilindros, lubrificação por cárter seco.

CURSO x DIÂMETRO: 77 mm X 84 mm

POTÊNCIA: 94 cavalos

TORQUE MÁXIMO: 92 Nm a 6250 rpm

VELOCIDADE MÁXIMA: + 200 km/h

Confira mais informações sobre a moto no site oficial da BMW www.bmw-motorrad.com.br/br/pt/index.html?gclid=CjwKCAjwsdfZBRAkEiwAh2z65tU1Cfdj2LV6Zbj6swpPKnPU7M4iIJg3BplYY7PD0FYEfPsQg8_LgBoC3AcQAvD_BwE.

Por Carolina B.

BMW F 850 GS 2019


BMW G 310 GS possui muita versatilidade, com design único trazendo elementos clássicos.

O novo modelo da BMW já está sendo muito falada por aí. Ela ainda não tem data certa para ser lançada, porém, já existe uma grande expectativa sobre sua desenvoltura e potência. Sua ficha técnica é capaz de deixar animado até os motociclistas mais exigentes. Então vamos conhecer os destaques dessa máquina.

BMW G 310 GS possui muita versatilidade

Um dos pontos positivos dessa moto é que ela tem a versatilidade como um dos seus pontos positivos. Para quem usa o trânsito urbano ela é uma ótima opção, pois possui muita agilidade. E também é muito forte para se pilotar fora da estrada. E já podemos afirmar que a BMW G 310 GS é uma companheira ideal para quem gosta de pilotar uma máquina no seu dia a dia.

Design único e perfeito

Quando olhamos para esse novo lançamento, já percebemos logo que ela é uma autêntica GS. Ela possui alguns elementos clássicos como: Para-lamas dianteiro próprio, alto e curto. Esse novo lançamento traz elementos clássicos de suas irmãs da linha GS. Suas dimensões compactas no meio dos eixos que é considerado curto, sua medida é de 1420 mm e sua roda dianteira mede 19 polegadas. Mesmo com essas medidas, a BMW G 310 GS lembra uma moto de porte grande. Pois por trás dessa carcaça existe muita potência.

BMW G 310 GS aceita diversos tipos de combustível

Outra informação bem relevante sobre essa máquina, é que ela pode ser alimentada por diversos tipos de combustível, e isso a torna uma moto versátil. E quem resiste a mistura de versatilidade e potência em uma só máquina? Acho que ninguém.

Vamos às informações do motor e toda parte elétrica dessa moto

Outra parte muito importante da BMW G 310 GS é toda sua parte elétrica e seu motor. Muitas pessoas que estão esperando esse lançamento estão ansiosas para saber tudo a respeito desse detalhe da moto. Até porque é muito importante avaliar esse quesito antes de concluir a compra. Já posso adiantar que as informações são bem animadoras e isso não é surpresa alguma quando se trata de uma BMW não é mesmo?

Ela possui motor monocilíndrico de refrigeração líquida de 313 cc medindo 80,0 mm x 62,1 mm, além disso, possui também quatro válvulas e dois eixos de comando e junto a ela tem a injeção eletrônica de combustível. Outra informação dessa moto é que ela tem o cilindro inclinado para traz e seu cabeçote é invertido em 180º Graus com entrada na parte frontal e saída na parte frontal também.

Com essa configuração é permitido abastecimento direto e melhora a mistura ar-combustível e isso determina uma potência de 34 cv a 9.500 rpm e um torque total de 2,9 kgf.m a 7.500 rpm para empurrar os 169, 5 kg (sem carga na moto).

Moto indicada para diversos tipos de pilotos

Outra informação bem legal desse novo lançamento, é que ela é indicada para diversos tipos de pilotos. E isso mostra mais uma vez o quanto ela é versátil. Ela possui uma posição de pilotagem bem confortável. Esse conforto é possível pilotando na estrada ou na cidade. Com a BMW G 310 GS os comandos seguem o padrão da marca, ela tem operação simples e segura, pois ela oferece diversas anatomias ao condutor e com isso ela oferece uma experiência agradável e satisfatória.

Ficha técnica da BMW G 310 GS

Motor- Um cilindro, arrefecido a líquido, 4 tempos e 4 válvulas

Bateria- 12 v- 8 Ah

Sistema de Ignição- Eletrônica

Sistema de partida- Elétrica

Capacidade cúbica- 313 cc

Tipo de combustível- Gasolina

Alimentação- Injeção eletrônica

Taxa de compreensão- 10,6:1

Transmissão- 6 velocidades

Transmissão final- Corrente

Torque máximo- 2,9 kgf.m a 7,500 rpm

Embreagem- Multidisco em banho de óleo

Potência máxima- 34 cv a 9.500 rpm

Capacidade total de carga- 345 kg

Distância entre eixos- 1.420 mm

Peso em ordem de marcha- 169,5 kg

Altura total- 880 mm

Altura do assento- 835 mm

Comprimento total- 2.075 mm

Pneu dianteiro- 110/80 R 19

Pneu traseiro- 150/70 R 17

Freio dianteiro- Disco simples de 330 mm com ABS

Freio traseiro- Disco simples de 240 mm com ABS

Rake- 63,3 º

Trail- 98 mm

Velocidade máxima de fábrica- 143 km por hora

Essas são as principais informações da BMW G 310 GS!

Por Cristiane Amaral

BMW G 310 GS

BMW G 310 GS


A nova BMW HP4 RACE tem motor de corrida e muitos outros detalhes.

A nova BMW HP4 RACE tem alto desempenho nas pistas e um design moderno que não a deixa passar despercebida. Ela traz soluções técnicas para dar o máximo de desempenho em circuitos. Por isso é indicada para executar corridas.

Novo lançamento da BMW é eleita como a “perfeição”

A BMW HP4 RACE é uma moto de corrida puro sangue. E possui e foram feitas com medidas de perfeição em seus mínimos detalhes. Ela possui uma edição limitada de 750 unidades, e isso quer dizer que a mesma será muito disputada. Com tanta perfeição, desempenho e potência, a fila de possíveis compradores deve estar bem grande.

Parte elétrica excepcional

Outra grande razão para comprar essa moto, é que sua parte elétrica é maravilhosa e supera qualquer expectativa. Esse modelo é comparado as motos oficiais do campeonato do mundo de Superbikes, se considerarmos o motor, a suspensão e a eletrônica. Com seu novo quadro de carbono ela consegue até superar os modelos das motos dessa competição. Esse é apenas um dos detalhes para provar que o lançamento da BMW vem para causar.

Modelo leve e ideal para competições

A BMW HP4 RACE é considerada extremamente leve, com o peso de 171 Kg já com seu depósito cheio. Por isso ela é considerada ideal para competição, pois o fato de não pesar tanto como outros modelos, aumenta muito seu desempenho. Ela apenas ultrapassa o peso das motos oficiais do campeonato de moto GP.

Novo modelo possui amortecedores Öhlins e basculantes inferior em liga leve

Esses tipos de amortecedores são ideais para motos de competição. Eles são responsáveis por manter a moto em equilíbrio e com muita segurança, e de quebra a BMW traz também a suspensão tecnológica invertida tipo FGR 300, o tipo de suporte GP TTX36 do fabricante sueco Öhlins. Essas funções são as idênticas as das motos usadas no campeonato mundial de Superbike.

Sistema de travagem com duas pinças

Outra informação dessa moto é que ela tem o sistema de travagem bem seguro. Ela possui duas pinças monobloco Brembo GP PR, que são apenas usados em campeonatos mundiais. A explicação para uma travagem perfeita e segura é a combinação com os discos de aço T-Type-Rancig com 6,5 mm de espessura e 320 mm de diâmetro.

Moto de muita potência

Esse novo modelo da BMW é indicado para os amantes de adrenalina e velocidade. Pois essa moto é muito potente e não é qualquer um que encara tanta potência assim. Como já foi dito antes aqui nesse artigo, a BMW HP4 RACE é uma moto para competições e comparada aos modelos de motos usadas em campeonatos mundiais, e por isso deve ser pilotada por quem tem experiência com máquinas potentes.

Conheça o sistema de tração da BMW HP4 RACE

O sistema de tração de moto é dinâmico e funciona cortando a ignição, o sistema de travagem do motor, controle de cavalinhos que tem a função de oferecer inúmeras possibilidades de ajustes e isso depende das condições das estradas nos circuitos. Outra notícia interessante, é que essas funções podem ser programadas para diferentes velocidades, isso só depende da escolha do piloto. Ele ainda pode explorar de forma geral toda a grande potência dinâmica que monta a HP4 RACE.

Ela ainda possui um limitador-Pit-Line que é usado para respeitar a velocidade máxima permitida nos pits. Isso funciona também para a função de partida ideal para proporcionar o melhor início de corrida e outras funções eletrônicas dessa moto.

Veja algumas funções da BMW HP4 RACE

– Painel 2D com gravação de dados e memória

– Função de arranque na partida (controle de arranque)

– Controle de tração Dinâmico DTC programável em 15 níveis

– Controle de travão de motor EBR programável em 15 níveis

– Cores BMW HP Motorport

– Carenagem em carbono com sistema de desmontagem rápido

E muito mais.

Como podemos ver a BMW HP4 RACE é um modelo moderno, seguro e potente. E tem outros muitos motivos para conquistar aqueles que amam motos e aventuras!

Por Cristiane Amaral

BMW HP4 Race


Disponíveis nas cores amarela e preta, ambas metálicas, a BMW K 1600 Grand America possui um painel moderno com sistema de Bluetooth para a comunicação.

A motocicleta é um dos meios de locomoção mais usados em todo o mundo. Devido, a inúmeros motivos, nos quais pode-se citar: uma maior rapidez para se chegar ao destino final, a facilidade para se estacionar, o custo mais baixo em relação ao carro, por exemplo, por esse e por outros motivos, esse tipo de bem sempre possui um bom número de vendas em todo o mundo. Com isso, ao redor do planeta existem milhares de apaixonados por motos e cada anúncio de um novo lançamento, os aficionados por motocicletas ficam muito entusiasmados. E um dos mais recentes lançamentos é a BMW K 1600 Grand America. Conheça agora um pouco mais sobre o modelo e por que ele atende todos os requisitos para ser a sua próxima aquisição.

A apresentação oficial para todo o mundo da BMW K 1600 Grand America aconteceu na cidade italiana de Milão, durante a realização do Salão com a apresentação de novos modelos de veículos que vão ter disponíveis no mercado para a compra nos próximos meses. BMW K 1600 Grand America é uma motocicleta fabricada pela montadora de veículos alemã a Bayerische Motoren Werke, conhecida mundialmente por BMW. Com mais de um século desde a sua fundação, a BMW é uma das maiores montadoras de carros e motocicletas de todo o mundo. Presente em mais de 12 países com mais de 25 fábricas, os seus produtos são apreciados em todos os continentes, devido à qualidade, sofisticação, inteligência e outras tantas características que só um produto BMW apresenta. A Bayerische Motoren Werke é uma das líderes no mercado automobilístico mundial.

Nos últimos anos, as motocicletas da BMW vêm ganhando destaque devido a toda a tecnologia que elas apresentam. E um dos mais recentes lançamentos, a BMW K 1600 Grand America apresenta algumas peculiaridades, que podem fazer com que ela se torne objeto de desejo das pessoas. Primeiramente, o modelo foi inspirado nas estradas do continente americano, pois, a moto apresenta potência para percorrer milhares de quilômetros. E essa inspiração não foi algo surgido do nada, a BMW K 1600 Grand America é um produto voltado para as pessoas que moram em cidades localizadas em um dos países do continente americano. Visto que, esses locais hoje apresentam um trânsito atribulado e bastante movimentado, em que pedem veículos com grande desempenho. A BMW K 1600 Grand America apresenta seis cilindros, o que configura uma potência maior ainda para a motocicleta. Ela ainda conta também com 160 cavalos. Esta motocicleta pode chegar a uma velocidade máxima média de 160 km por hora.

Um ponto que merece destaque é o seu design. Disponíveis nas cores amarela e preta, ambas metálicas, a BMW K 1600 Grand America possui um painel moderno com sistema de Bluetooth para a comunicação. O seu painel é todo feito em LED. Além disso, seus bancos são um pouco mais espaçosos para que tanto o piloto quanto o acompanhante façam viagens seguras e mais confortáveis. Pensando na proteção das pessoas que vão usar a motocicleta, a BMW disponibilizou na BMW K 1600 Grand America barras laterais com proteção. O que pode proteger as pessoas que estejam na moto em caso de algum acidente. O seu para-brisa é mais alto, o que confere um ar característico de um veículo americano. Ela ainda conta com um bagageiro, com um ótimo espaço interno para que guardar os pertences do motorista e do acompanhante.

Mesmo considerada um modelo de luxo, essa motocicleta é ótima para o dia a dia, devido ao seu ar esportivo. Ainda não se sabe exatamente por qual preço a BMW K 1600 Grand America vai ser comercializada e nem quando ela vai estar disponível no mercado.

Por Isabela Castro

BMW K 1600 Grand America

BMW K 1600 Grand America

BMW K 1600 Grand America

Fotos: Divulgação


Nova moto da BMW chega para ser o modelo da marca de menor cilindrada vendido no Brasil.

Marque na agenda a data de 12 de agosto. Esse foi o dia escolhido pela montadora BMW para lançar o seu novo modelo BMW G 310 R, o primeiro com baixa cilindrada lançado pela montadora aqui no mercado brasileiro.

O anúncio foi feito na última quarta-feira, dia 26 de julho. Conforme a empresa, foram disponibilizadas 100 unidades para a pré-venda no país e, até então, todas já haviam sido comercializadas.

Um verdadeiro sucesso, tanto pela sua repercussão como pelos acabamentos que não deixam nada a desejar, o modelo urbano é vendido a R$ 21.900. Sua produção é feita na Índia, onde é fabricada em parceria com a indiana TVS. Feito isso, as peças chegam a Manaus para a montagem completa.

Um pouco mais sobre a G 310 R

A G 310 R é a opção com menor cilindrada da BMW em terras brasileiras, sendo também a mais barata. Isso porque o valor está bem distante daquele encontrado no modelo F 800 R, até então considerado o mais em conta no valor, sendo vendido por R$ 43.900.

Com um motor de 34,4 cavalos de potência, a G 310 R chega com uma faixa de cilindrada que compete com modelos como a Yamaha Fazer 250 e o Honda CB Twister. Porém, conforme a BMW, a montadora deve focar em uma faixa de consumidores que estão em busca de motos na categoria Premium, se enquadrando na mesma área das já conhecidas Kawasaki Z300, Yamaha MT-03 e a KTM 390 Duke.

A suspensão dianteira é invertida, muito comum em modelos que apresentam maior cilindrada. Já os freios ABS são de série e a disco, apresentando essa característica em ambos os eixos. E em relação aos detalhes, esses também foram muito bem trabalhados, com carenagens em ambas as laterais, logo ao lado do tanque. Com isso, tem-se a impressão de um produto mais robusto.

Investimento

Para a produção dessa moto e de outros modelos, o investimento total da fábrica em Manaus foi de 4 milhões de euros. E, ao que tudo indica, já está prevista a expansão da linha dos motores menores da montadora, com destaque para a chegada da G 310 GS, uma versão aventureira e também de baixa cilindrada.

Em sua base, utiliza o mesmo motor. Porém, o conceito é outro, sendo baseado na R 1200 GS, que mistura a proposta de utilização tanto na terra como no asfalto.

Portanto, falta pouco para vermos tudo que a BMW tem preparado para nós. Resta aguardar e conferir tudo de pertinho.

Kellen Kunz


Modelo ganha melhorias, mas mantém o preço anterior.

O modelo da alemã BMW mostra várias melhorias em sua estética, além de mais equipamentos disponíveis e tudo isto sem que o valor de comercialização fosse alterado para maior.

Chegada do modelo S1000 RR 2017

A BMW Motorrad do Brasil já noticiou a entrada nas lojas do modelo versão 2017 da BMW S1000 RR, uma versão superesportiva. A “potente” recebeu em seu novo design carenagens redesenhadas, assim como novos modelos de faróis, apresentando uma maior simetria com o conjunto, com grafismos e cores antes não utilizados.

Equipamentos disponíveis

Ao falarmos em equipamentos é possível notar que a motocicleta está oferecendo controle de tração, além de controle de suspensão ativa, atuando em forma conjunta com os modos de conduzibilidade, o que configura as respostas da moto quando em condições que exigem muito do conjunto.

Mesmo preço

Uma outra não menos interessante novidade é relacionada ao preço, que de acordo com a BMW não apresenta mudança no novo modelo S1000 RR 2017 com relação a anterior, saindo então por R$75.990

Mecânica preservada

A mecânica da BMW S 1000 RR 2017 ainda é a mesma da versão anterior, sendo composta por um motor de 4 cilindros com uma capacidade de 999 cm³. São 4 válvulas e duplo comando de cabeçote.

O propulsor tem a capacidade de gerar nada menos do que 199 cv de potência quando a 13.500 rpm e um torque de 11,5 kgfm a uma rotação de 10.500 rpm.

O câmbio é de 6 velocidades e conta com assistente de mudança o qual permite ao motociclista efetuar as trocas de marcha sem utilizar a embreagem. A transmissão final é feita através de corrente.

A BMW S 1000 RR 2017 é mais um lançamento da marca alemã Bayerische Motoren Werke (BMW), sediada em Munique, Alemanha. A fabricante mundialmente famosa por seus modelos, tem também em seu portfólio corporativo a Rolls-Royce Motor cars.

No Brasil a BMW é a "querida" dos amantes de esportivos luxuosos e também daqueles que preferem os modelos sedãs mais sofisticados e também potentes, assim como as modernas SUV’s da marca.

Para mais informações sobre lançamentos, assim como modelos em linha de fabricação e outras questões diversas, basta acessar o site: https://www.bmw.com.br/pt/index.html.

Por Silvano Andriotti


Modelo será montado na cidade de Manaus (AM).

E para ama uma emoção à duas rodas, a novidade que acaba de ser anunciada promete muito entusiasmo. É que já se iniciaram em Manaus o processo de montagem da BMW G 310 R. A montagem começou a ser realizada no último dia 18 do mês de maio. Segundo a marca alemã que possui uma fábrica instalada em Manaus, a motocicleta será o primeiro modelo com baixa cilindrada fabricado especialmente para o Brasil.

A G310 R tem sua base produzida na Índia, de onde são enviadas as peças para que a montagem seja feita no Brasil. Para que o modelo pudesse ser produzido, entre outros modelos de motocicletas, a fábrica instalada em Manaus recebeu o montante de 4 milhões de Euros como investimento.

A G 310 R em território nacional irá competir em nível de cilindradas com os modelos Yamaha Fazer 250 e a Honda CB Twister. Contudo, a intenção da montadora é fazer com esse modelo seja para quem queira algo a mais, como a Kawasaki Z300 e a KTM 390 Duke.

Seu motor será monocilíndrico com 131 cc, apresentando duplo comando de válvulas, refrigeração líquida e injeção eletrônica. Segundo a marca, ela deverá atingir 34,4 cv de potência e capacidade de torque de 2,85 kgfm.

Já o propulsor que deve empurrar os quase 160 kg da moto é equipado com um cilindro posicionado com uma inclinação para trás, além de um cabeçote com uma rotação de 180 graus, que deixam a motocicleta com mais agilidade.

Como já é comum nos modelos com mais cilindradas, a suspensão dianteira é invertida e os freios dos dois eixos são a disco.

Para apresentar um aspecto de mais robustez, a moto virá com ambas carenagens laterais, posicionadas ao lado do tanque. Como itens de série teremos freios ABS.

A G310 R será branca com faixas da marca nas cores azul e vermelha. A motocicleta, que será a de valor mais em conta da BMW, deve trazer uma proposta esportiva e urbanista.

Sem dúvidas o modelo chegará para impressionar muitos adeptos de motocicletas do país, que buscam aventuras sobre duas rodas. O valor para o consumidor ainda não foi divulgado pela montadora, mas a expectativa é de que seja este também um de seus atrativos.

Sirlene Montes


Modelo que terá apenas 750 unidades produzidas também será vendida no Brasil.

A montadora BMW confirmou a chegada, em território brasileiro, do modelo HP4 Race, o qual foi exibido de forma oficial no Salão da cidade de Xangai, na China. Trata-se de uma versão de pista da moto esportiva S 1000 RR, a qual irá contar com uma produção de somente 750 unidades no mundo todo. Entretanto, ainda não foram definidas quantas unidades chegarão ao Brasil e nem qual será o seu valor.

A motocicleta possui toda a carenagem, rodas e chassi fabricado em fibra de carbono e com isso tem um peso de somente 171 quilos em ordem de marcha. Para que se possa comparar, esse modelo chega a ser mais leve do que os modelos da própria montadora que correm no WSBK, o Mundial de Superbike e só perde para as motocicletas que são utilizadas na Moto GP, que é a categoria mais alta do motociclismo mundial.

Seu propulsor, que possui 998 cilindradas e conta com quatro cilindros, foi preparado e passou a entregar uma potência de 215 cv em 13.900 giros, diante dos 200 cavalos presentes na versão de rua. Seu torque é de 12,2 mkgf ao atingir 10.000 giros e a rotação máxima do motor passou dos 14.200 giros para 14.500 giros. A sua caixa de câmbio possui relação de marchas semelhantes às de uma de competição.

A sua parte eletrônica foi aprimorada para diversas condições de estrada e com vários ajustes de pista. Além disso, conta também com os mais refinados controles de freio motor, de tração e também de anti-wheeling, que tem a função de evitar que a moto empine.

Para finalizar, as suspensões do modelo são novas da marca Öhlins e são totalmente ajustáveis tanto na parte traseira quanto na dianteira. Já seus freios são da italiana Brembo e conta com discos em aço de 320 mm e pinças monobloco iguais a do conjunto que é usado no Superbike World Championship, conhecido como WSBK.

Ela é considerada praticamente uma moto de corrida, mas para as ruas e provavelmente irá se posicionar no topo das motocicletas superesportivas.

FILIPE R SILVA


BMW lançou motos 1200 revisada, retrô e G 310 GS.

A montadora BMW realizou a apresentação da motocicleta inédita G 310 GS no Salão de Milão (EICMA), Itália, que se encerrou no domingo, dia 13 de novembro. A empresa apostou fortemente em sua família GS, lançando um novo modelo de entrada utilizando a plataforma 310, a mais top de linha que é a 1200 revisada e também um desenho retrô para fazer referência a primeira R80G/S do ano de 1980. Modelo este que ganhou para a marca o primeiro Rali Dakar. A G 310 GS é o segundo modelo da linha nova de cilindrada baixa e usa como base a naked G 310 R, que segue o estilo de aventura das outras GS’s com cilindrada mais alta. Seu visual é inspirado na famosa R 1200 GS e chegará ao Brasil no ano de 2017.

A nova G 310 GS tem a parte da base mecânica e o visual inspirado na famosa R 1200 GS e começará a ser fabricada no Brasil no ano que vem. Será utilizado apenas um cilindro e faz uso de um comando duplo de válvulas com refrigeração líquida que gera uma potência de 34 cv e um torque de 2,9 kgfm.

A principal novidade fica por conta do aro dianteiro de 19 polegadas, trabalhando com suspensões de curso maior (com pelo menos 40 mm a mais, agora passa a ter 180 mm nas duas), que continuam somente com ajuste de pré-carga na parte de trás. O guidão agora está mais próximo e alto, o que irá aumentar o conforto, além do pacote visual da GS que conta também um bagageiro e um pequeno para-brisa.

Do outro lado da linha, o modelo 1200 foi redesenhado com mudanças estéticas sutis, o motor foi revisado para a Euro 4. A eletrônica foi melhorada por meio de um ajuste de suspensões ESA continuamente adaptável. A nova versão Rallye, conta com pneus de cravo para uso fora de estrada.

Para finalizar, a montadora também realizou a apresentação da HP4 Race, uma opção somente par circuitos fechados do modelo superbike S1000RR com rodas, carenagem de fibra de carbono e chassi parecido com o que a montadora Ducati realizou com a Superleggera, porém esta está presente nas ruas.

Por Filipe Silva

BMW G 310 2017

BMW retrô 2017

BMW 1200 revisada 2017

Fotos: Divulgação


Moto é mais simplificada que as outras desta linha, tendo os requisitos essenciais para uma moto, com algumas usabilidades das motos mais antigas.

A BMW é muito conhecida por ser uma moto para estradeiro. Muitos que desejavam ir para a estrada optavam pela BMW R NineT. A BMW motorrad está na fabricação de motos há 90 anos, sendo 40 anos em fabricação de design próprio.

Não só pelo seu design rústico, mas pelo seu motor e características, ela é muito distinta. É compacta, usa peças de alta qualidade, permitindo que seja usada por muito tempo, sem que haja desgaste.

No show da Intermot na Colônia, Alemanha; a BMW motorrad apresentou a nova moto 2017 BMW R NineT Pure da linha R NineT. Esta moto é mais simplificada que as outras desta linha, tendo os requisitos essenciais para uma moto, com algumas usabilidades das motos mais antigas. Seu design também antigo, tem a aparência dos anos 70. Própria para os amantes de motos retrô, com características antigas e atuais.

A R NineT 2017, lembra bastante a moto da versão Scrambler, que foi apresentada no mesmo show em 2015. A 2017 BMW possui 110 cavalos de potência, com um motor antigo de boxer bicilíndrico, tendo 1.170 CC, da linha GS e um refrigerador de ar.

Em relação ao design da moto, ela ficou semelhante à primeira moto da R NineT, tendo o visual mais esportivo dos anos 1970, com as semi-carenagens laterais, um pequeno assento monoposto e rabeta alta

Nesta nova versão a BMW está parecida com a R90S, não só pela aparência mas, pelo mecanismo e pelas peças, não perdendo a cultura e a essência da BMW.

O foco da linha R NineT é ter uma característica mais esportiva tendo apenas 219 kg, mais econômica em comparação às outras da linha. Uma das características da BMW é permitir que suas peças sejam mudadas, dando liberdade de escolha para os motoqueiros. Possui uma vasta linha de acessórios.

A BMW possui fiação projetada separadamente, com as funções do veículo e do motor. Assim podem ser colocados componentes eletrônicos na moto, sem danificar o motor.

Outra opção de customização é o garfo telescópico invertido. Existem outros benefícios de customização na BMW R NineT, a critério do usuário.

Por Vitoria Souza Lira da Conceição

BMW R NineT Pure

BMW R NineT Pure

Fotos: Divulgação


Nova moto terá versão final de produção apresentada neste mês de novembro, no Salão de Milão 2015.

A BMW apresentou nesta quarta-feira seu primeiro modelo de duas rodas no segmento abaixo das 500 cilindradas. A moto foi exibida como o conceito Stunt G310 no Salão Duas Rodas em outubro, no mês passado. O anúncio de hoje foi da versão final de produção, que será exposta pela primeira vez no Salão de Milão, a partir de 17 de novembro.

O motor de apenas um cilindro é o primeiro assim projetado entre as motos da BMW Motorrad. Ele tem dois comandos de válvula, injeção eletrônica e refrigeração feita à base de água. A potência é de 34 cavalos, 2,85 kgfm de torque e gera até 9.100 rpm. O design, naked, com rodas de 17 polegadas, baseia-se em modelos de alta cilindrada, como a S 1000R. Entre as principais especificações estão ainda chassi de aço e freios ABS de série na dianteira e na traseira.

O peso do lançamento em ordem de marcha é de 158,5 quilos. Segundo a montadora, o baixo peso aliado à posição inclinada do cilindro no propulsor e a um cabeçote em rotação de 180 graus fazem com que a edição de pouca cilindrada seja bastante ágil.

As cores disponíveis serão azul, preta e branca. Até então, não há informação de uma edição especial ou limitada de pintura.

Ainda não há estimativa de valor para comercialização no Brasil. Mas a previsão é que o preço fique entre R$ 20 mil e R$ 25 mil – média da categoria para modelos de padrão elevado. Os motociclistas da Europa terão a informação na exposição da Itália, bem como a data da chegada às concessionárias europeias.

A G310 R será um gênero global. E as unidades vendidas no Brasil serão aqui mesmo fabricadas, na Zona Franca de Manaus. A manufatura iniciará no segundo semestre de 2016.

Simultaneamente, a empresa apresentou o conceito da esportiva elétrica eRR. O uso de tal tecnologia em motos também é algo inédito na marca.

Bruno Klein


Modelo é a primeira motocicleta street de pequeno porte da marca e será vendido no Brasil no 2° semestre de 2016.

Em breve, o mercado brasileiro de motocicletas, quinto mercado do mundo da BMW Motorrad, irá receber algumas novidades importantes que serão trazidas pela marca alemã. No Salão Duas Rodas 2015, a principal atração trazida pela marca foi a estreia mundial da motocicleta Concept Stunt G310, protótipo este que será a primeira motocicleta street de pequeno porte da marca.

Apesar de ser pequena, ela foi projetada com um propulsor de 310 cc, rodas no tamanho 17 polegadas, além disso, a motocicleta conta com garfo telescópico na dianteira e balança monoamortecida na traseira, fatores estes que evidenciam ainda mais a proposta urbana deste modelo que deve gerar uma moto de produção, entre 250 e 500 cc, que será fabricada e vendida no Brasil no ano de 2016, contudo somente no segundo semestre.

As cores escolhidas para a moto conceito foram verde e amarelo combinados com azul, branco e vermelho da BMW Motorsport. Essas cores fizeram a confirmação da importância que o Brasil terá para o futuro deste modelo, haja vista que esta motocicleta será fabricada principalmente para ser comercializada no Brasil e na Ásia.

Mesmo a BMW jurando que o motor de 310 cc que foi inserido no conceito não serve com dica para indicar qual será a cilindrada do propulsor da versão de produção, assim como as linhas da carenagem, posicionamento do motor e quadro em treliça, essas características ajudaram bastante para se ter uma perspectiva de como será a pequena BMW.

O quadro desta motocicleta será tubular, sendo que a concentração de massas em torno dele servirá para indicar um conjunto dianteiro em uma posição mais baixa e uma balança traseira mais alongada.

As rodas deste modelo serão de liga leve e no tamanho 17 polegadas, o sistema de freio utilizado será o de disco, já a transmissão final será feita por meio de corrente.

Por Adriano Oliveira

BMW Concept Stunt G310

BMW Concept Stunt G310

Fotos: Divulgação


Modelos R 1200 GS e R 1200 GS Adventure serão produzidos em Manaus e terão os preços de R$ 69.900 e R$ 78.900, respectivamente.

Foi anunciado oficialmente pela grande empresa fabricante de veículos automotores BMW a iniciação da montagem dos modelos R 1200 GS e R 1200 GS Adventure. Esses dois modelos são as motocicletas do topo de linha da gama aventureira da marca e serão montadas aqui no País, na cidade Manaus.

Conforme o que já foi divulgado pela BMW, os interessados em adquirir estas motocicletas aqui no Brasil já podem comprá-las nas concessionárias da marca na pré-venda, sendo que elas estão sendo vendidas por R$ 69.900 (o modelo R 1200 GS) e R$ 78.900 (o modelo R 1200 GS Adventure). Essas duas versões são limitadas GS Trophy, na configuração premium.

Antigamente, estas motocicletas, quando chegavam aqui no País, eram trazidas da Alemanha e eram comercializadas por aqui com preço a partir de R$ 74.400 no modelo GS tradicional, e de R$ 87.900 na versão Adventure.

Apesar de ainda a BMW não ter feito a divulgação do valor de toda a linha, há a expectativa de que as versões sejam comercializadas por um preço mais barato, segundo as informações divulgadas pela montadora, em princípio, as concessionárias brasileiras irão receber somente os modelos da versão premium, os quais serão montados aqui no Brasil e serão comercializados pelos valores mencionados acima.

Com relação aos detalhes técnicos destas motocicletas, a R 1200 GS traz como propulsor o tradicional motor da BMW bicilíndrico de incríveis 1.170 cc com sistema de arrefecimento misto realizado por ar e água, este motor tem a capacidade de gerar uma potência máxima de 125 cavalos e um torque de 12,7 kgfm. Na versão Adventure a motocicleta vem com uma altura  maior em relação ao solo e o reservatório do tanque de combustível com capacidade maior, neste caso com 30 litros.

Estes dois modelos já virão de fábrica com itens visuais de comemoração da final do Rally GS Trophy 2014, bem como soft bag e protetor de motor. 

Por Adriano Oliveira

BMW R 1200 GS Adventure

Foto: Divulgação


Novo sistema de freio será disponibilizado para as motocicletas mais luxuosas da marca.

A renomada fabricante de veículos automotores, a BMW, mais uma vez saiu na frente e dessa vez foi a pioneira e já anunciou que, no ano de 2016, irá fazer o lançamento oficial um sistema inédito que foi batizado com o nome de Dynamic Brake Light, ou seja, luz dinâmica de freio, este sistema em princípio será disponibilizado apenas para as motocicletas mais luxuosas e completas da marca.

Este sistema irá funcionar de maneira análoga ao assistente que já é utilizado nos automóveis da montadora alemã, sendo que ele será ativado quando o motociclista estiver freando. O processo de aviso de frenagem do sistema irá ocorrer através de dois níveis distintos de alerta e será visualizado nas lanternas traseiras da motocicleta, os dois alertas serão o de frenagem forte e o outro será o de frenagem emergencial.

O sistema de frenagem forte será ativado todas as vezes que a motocicleta começar o processo de frenagem e estiver com uma velocidade acima de 50 Km/h, sendo que neste caso em específico a luz de freio da moto começará a piscar em uma frequência de 5 hertz, o que sinalizará para os demais condutores a execução da manobra, este será um sistema muito inteligente, pois as piscadas intermitentes só irão cessar quando o motociclista aliviar por completo a pressão sobre o sistema de freios.

O outro sistema funcionará de modo complementar e se o condutor da motocicleta necessitar insistir na frenagem até chegar aos 14 Km/h as luzes de seta passarão a, também, piscar de maneira intermitente, tal como o conhecido pisca-alerta existente nos carros, e seguirão piscando até a motocicleta consiga retornar novamente a uma velocidade mínima de 20 Km/h.

Apesar de ser um sistema inovador, este sistema irá fazer de maneira automática o que muitos motociclistas mais experientes já fazem de maneira manual que é o ato de ir pisando no pedal de freio de forma intermitente, a fim de que os outros condutores consigam ser alertados com o piscar da luz de freio, além de tornar a motocicleta mais visível principalmente nas situações em que as condições de visibilidade não forem muito favoráveis. 

Por Adriano Oliveira

Sistema Dynamic Brake Light

Foto: Divulgação


Novo modelo superesportivo atrai pessoas que gostam de surf e traz vários itens interessantes.

A galera dos esportes radicais, principalmente do surf, agora tem mais um motivo para comemorar, já que a BMW lançou um modelo superesportivo que promete fazer a cabeça dos que gostam de um estilo clássico, mas com uma pegada diferente.

Esse novo modelo, batizado de Concept Path 22, é no estilo Scrambler e foi baseado em outro modelo, da R nineT, que é um modelo também da montadora alemã e que possui mais capacidade de personalização. A apresentação da Concept Path 22 ocorreu em um festival que engloba surf, arte e motos, na badalada praia de Biarritz, na França.

De acordo com Edgar Heinrich, chefe de projeto da BMW, esse novo modelo foi muito mais pensado para atrair pelo design do que por suas especificações de desempenho. E essa Scrambler também foi pensada para contemplar o evento na França, que é muito tradicional no mundo do surf. Ainda segundo Heinrich, a Concept Path 22 é a interpretação própria dos designers para o modelo R nineT.

Entre os itens desse modelo estão um assento de couro que é curto, bem como a própria rabeta. O farol circular possui uma grade, já que provavelmente o motociclista surfista pegaria muita areia, e isso serviria para proteger o farol. Os pneus com cravos também foram pensados para terrenos diferentes, com areias e pedras. A roda dianteira é alta, lembrando um estilo cross, e o escape também é elevado.

Além disso, a Concept Path 22 vem com um design bem praiano, com desenhos suaves na carroceria. E como chave de ouro, já um suporte, para que o surfista possa levar sua própria prancha sem problemas maiores.

Por enquanto, esse é apenas um conceito lançado pela BMW. Mas como todo veículo conceito, é bem possível que lancem outro modelo baseado nesse lançamento. A chance de sucesso é grande, já que muitos surfistas gostariam de uma motocicleta radical para sua prática de relaxamento diário.

Por Felipe Villares

BMW Concept Path 22

BMW Concept Path 22

BMW Concept Path 22

BMW Concept Path 22

Fotos: Divulgação


A BMW Motorrad, divisão de motocicletas da empresa, divulgou recentemente a presença da nova F 800 R no mercado brasileiro, aproximadamente três meses depois de ter sido apresentada mundialmente no Salão de Milão. O modelo trata-se de uma versão otimizada da motocicleta fornecida antes no País, com fatores novos na estética e pequenas modificações na mecânica.

O visual da BMW F 800 R 2015, segundo a companhia, foi completamente renovado, tendo como fator principal o novo farol de formato tipo escudo, junto com os últimos lançamentos da série, ligado com a nova bolha que está no painel de instrumentos. As carenagens laterais e a rabeta também foram reformuladas.

As rodas também tiveram modificações e mostram um design renovado, produzidas em alumínio de liga leve, com 17 polegadas de diâmetro, possuem pneus de classificação ZR, com as medidas 120/70 na parte da frente e 180/55 na parte de trás. Somado a isto, a F 800 R possui sua altura em comparação ao solo diminuída em 100 mm, passando a ser de 790 mm.

O motor bicilindrico ficou mais eficaz, indo de 87 para 90 cavalos, e torque de 8,77 kgfm, presentes a partir dos 5.88 giros. Teve também o encurtamento da relação das duas primeiras velocidades da transmissão de seis marchas. O modelo possibilita atingir uma velocidade de 200 km/h e tem consumo médio de 20,8/l.

Citando os componentes, o modelo possui manoplas aquecidas, controle de pressão dos pneus (RDC), cavalete central e tomada de 12V, como também o indicador de ABS, freios ABS, computador de bordo e pisca em LED já fornecidos antes. O modelo está presente nas cores branca, azul com preta e azul com branca, com valor recomendado de R$ 37.900.

Existiram algumas alterações na parte ciclística que a tornaram mais acessível e otimizaram sua performance. A suspensão dianteira, como exemplo, neste momento possui garfo invertido (upside-down) que tem melhor resposta sobretudo em pilotagens mais esportivas.

Por Felipe Couto de Oliveira

BMW F 800 R

BMW F 800 R

BMW F 800 R

Fotos: Divulgação


A BMW Motorrad iniciou a produção de mais uma moto de sua linha de produtos em solo brasileiro. Seguindo o que foi feito com a G650 GS, F800 R, F800 GS e F800 GS Adventure, a enduro R1200 GS deixará de ser importada da Alemanha e começará ser montada no Brasil na fábrica da Dafra Motos, localizada em Manaus – AM.

A nacionalização da motocicleta será iniciada na unidade fabril de Manaus a partir de setembro, com a fabricação da R1200 GS em sua versão especial Trophy, tudo para marcar o início da montagem no Brasil. A versão limitada terá apenas 620 unidades.

De acordo com a BMW Motorrad, com a fabricação local da R1200 GS a marca alemã reduzirá o preço da motocicleta, oferecendo-a com preços a partir de R$ 69.900 na versão Premium, uma redução expressiva do preço em mais de R$ 15 mil, já que a moto importada é comercializada no mercado brasileiro atualmente a partir dos R$ 85.300.

Com relação aos itens de série, a R1200 GS Premium traz computador de bordo, controle eletrônico de tração, cinco modos de condução, freios ABS ajustável com a possibilidade de desativar integral ou parcialmente, discos duplos flutuantes com 305 mm de diâmetro e pinça radial com quatro pistões na dianteira e freio a disco único flutuantes com 276 mm de diâmetro com pinças equipadas com dois pistões na traseira, suspensões eletrônica com ajuste automático, entre outros equipamentos.

A versão Sport, mais em conta que a Premium, e a versão topo de linha Adventure ainda serão importadas, com nacionalização programada apenas para 2015. Quando a produção por aqui for concretizada, a versão mais básica deverá ser vendida com preços na casa dos R$ 60 mil, enquanto que a topo de linha, por sua vez, passará a ser oferecida por R$ 78.900, R$ 10 mil a menos que o preço atual, R$ 87.900.

A BMW R1200 GS vem equipada com propulsor boxer bicilíndrico de quatro tempos, com refrigeração líquida e a ar, de 1.170 cilindradas capaz de oferecer 125 cv e torque de 12,7 kgfm. Trabalhando em conjunto com o motor está uma transmissão do tipo eixo cardã com seis velocidades com eixo helicoidal.

Por Caio Polo

BMW R1200 GS

BMW R1200 GS

Fotos: Divulgação


Uma olhada superficial na BMW R 1200 GS Adventure pode até assustar ou não agradar muito aqueles que não são fãs de um visual “diferente” (para não dizer monstruoso). Esse é o modelo topo de linha em relação as motos aventureiras da marca de origem alemã. A título de curiosidade a linha GS 1200 carrega o privilégio de ser a marca mais vendida no mundo.

Recentemente sua nova geração acabou desembarcando por aqui. Os preços são para pessoas “corajosas” partindo de nada mais nada menos de R$ 87.900. Como missão, o modelo tem a função de tentar alcançar a marca de 450 unidades vendidas ao ano. Caso consiga a proeza a meta seria um recorde para a própria moto no Brasil.

Nos últimos tempos a BMW teve que ver o mercado ser tomado por concorrentes a altura no segmento que ofereciam aos consumidores não apenas produtos de qualidade, mas também preços competitivos. O fato impulsionou a companhia a tomar uma posição em relação ao assunto e rever sua estratégia de mercado.

O modelo lançado apresenta um desempenho considerável, tanto na terra, quanto no asfalto. Outro ponto que chama a atenção é o fato de que houve evolução na moto e preço caiu

Porém, tem um detalhe: O preço foi reduzido, mas mesmo assim, a Adventure ainda continua com o preço alto. Nesse ponto a fabricante deve pensar e repensar sobre o que fazer uma vez que a concorrência coloca no mercado bons conjuntos e, como dissemos, com preços mais interessantes.

Um exemplo disso, a Tiger Explorer XC, uma de suas principais concorrentes que sai por R$ 63.500. Além da Tiger, a BMW R 1200 GS Adventure ainda tem como “inimigas” a Yamaha Super Ténéré com o preço em R$ 55.990 e a KTM 1190 Adventure R (preço não divulgado).

Pelo visto não vai nada fácil para a BMW conseguir bater sua meta. Mas o mercado tem seu jeito de surpreender de vez em quando até mesmo os mais pessimistas.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação


A alemã BMW anunciou nesta semana que vai sim comercializar o S 1000 R no Brasil a partir do próximo ano.

A nova naked deverá custar em torno de R$ 60 mil e deve ser lançada ainda no primeiro trimestre, porém, ainda sem data confirmada.

O modelo S 1000 R chega a até 162 cv de potência e já vem de fábrica com dois modos de pilotagem sendo Rain e Road que são muito cogitados na Europa. O modo Rain tem a função de limitar a potência a 136 cv em casos de chuvas ou simplesmente pistas molhadas e o modo Road oferece melhor desempenho ao tempo adverso em estradas urbanas.

O pacote sport oferece no opcional mais dois outros modos: o  Dynamic e Dynamic Pro, que são responsáveis pela alteração dos ajustes de controle de tração e também dos freios ABS. Este pacote oferece ainda o quick-shift que fica responsável pela troca rápida de marchas sem a necessidade do uso da embreagem e também o controlador automático que age na sua velocidade.

No Brasil ainda é escasso o conhecimento para alguns consumidores em relação à categoria duas rodas da alemã BMW. A montadora pretende também aumentar o seu leque de consumidores pelo Brasil a fim de levar a qualidade por um preço que possa ser acessível também para a classe B, onde o número de motocicletas vendidas é muito menor em relação a outros países como a Europa, por exemplo.

Se for para contar no quesito design, os especialistas da marca já dão como certo o sucesso também pelo Brasil. O farol dianteiro possui linhas assimétricas assim como outros detalhes que são características muito semelhantes a do modelo esportivo S 1000 RR.  A estreia deste modelo foi feita no Salão de Milão este ano apresentando, a princípio, as cores Racing Red (vermelho esportivo) ou Light White (branco).

Por Luciana Ávila

BMW S 1000 R

Foto: Divulgação


A empresa BMW apresentou o scooter C Evolution, modelo com funcionamento inteiramente elétrico, durante o Salão de Frankfurt. A moto move-se através de uma bateria de 8 kWh (íon-lítio) e produz máxima potência de 47 cavalos.

O scooter C Evolution vai de zero a cem quilômetros por hora em 6,2 s, atingindo máxima velocidade de 120 km/h, que é eletronicamente limitada. Após completada a carga, em cerca de quatro h plugada em tomada voltagem 220 e corrente de 12A, o modelo apresenta independência de 100 quilômetros. O C Evolution ainda foi equipado pela marca com um conjunto que recupera a energia através de sistema de frenagem e até também quando é desativado o acelerador.

São 4 versões de recuperação da energia e entrega da potência: Road, Eco Pro e Sail. Fora a tecnologia para a reposição da energia, o sistema de controle de torque marca presença no scooter da marca, o que evita que extrapole a aceleração da roda de trás e chegue ao limite aderente ao solo. A opção final da produção deste primeiro modelo de scooter inteiramente elétrico da empresa ainda não possui dia para chegar às lojas autorizadas da marca.

Por Marcelo Araújo

BMW C Evolution


Nova BMW R 1200 GS A BMW R 1200 GS pode parecer grande e cara, mas suas características provam que o valor de R$ 73.400 vale o modelo. Foi empregada alta tecnologia para o desenvolvimento do modelo que é o ápice da linha GS. Com 30 anos, a linha GS é a moto mais vendida da BMW no mundo. A maxtrail promete fazer sucesso no país, contudo a linha não é a mais vendida por aqui, perdendo para o modelo F 800.

A principal novidade da R 1200 fica por conta da refrigeração a líquido dos cabeçotes, o que proporciona um melhor controle da temperatura do motor. Com dois cilindros contrapostos, o motor gera uma potência de 125 cv a 7.700 rpm. A transmissão com seis marchas agora possui uma embreagem multidisco na parte frontal. Ela foi aprimorada juntamente com a ignição que conta com uma vela cilindro, ao invés de duas, no modelo anterior.

O visual foi repaginado e a moto também passou por algumas alterações no chassi e na parte elétrica. Outro item que merece destaque é a embreagem. Ela é bem macia tal qual uma moto pequena e aguenta bem o tranco seja na cidade ou na terra.

Por Robson Quirino de Moraes


No final de janeiro, a BMW anunciou mais um recall da moto S 1000 RR em menos de doze meses no território brasileiro.

Dessa vez, o problema que a marca indicou é que há a necessidade da revisão do cavalete lateral que serve de apoio da moto, porque alguns parafusos e algumas roscas podem estar frouxos. Ainda conforme a BMW em seu comunicado, a S 1000 RR pode vir a cair enquanto estiver estacionada por causa desse problema e isso pode causar algum dano para qualquer pessoa que estiver próxima.

O recall atual envolve 777 motos que foram fabricadas entre outubro do ano retrasado e agosto do ano passado. É necessário que a revisão seja agendada a partir do dia 18 de fevereiro, o que pode ser feito em qualquer concessionária da marca.

Na revisão, os componentes serão avaliados e analisados, e caso seja necessário serão trocados. O tempo previsto para executar a revisão é de mais ou menos duas horas. Os chassis das motos envolvidas são: de Z030609 a Z036210 e de Z029188 a Z029390.

Qualquer dúvida ou solicitação de informações adicionais devem ser encaminhadas via SAC da BMW no telefone 0800 707 3578 ou então via site oficial (www.bmw-motorrad.com.br).

Por Guilherme Marcon


Mais uma novidade chega ao mercado de motocicletas no Brasil, pois a BMW anunciou a nova versão da F800 GS, a qual mantêm o seu estilo off-road, mas com muitas inovações como a sua carenagem lateral com alertas menores e maiores ângulos.

Outra mudança ficou por conta das entradas frontais de ar, que ficaram mais altas e próximas ao para-brisa da motocicleta. Além disso, as aletas protetoras do radiador passaram a ter a forma triangular, oferecendo um visual mais agressivo para esta motocicleta.

Na parte mecânica, foi mantido o motor bicilíndrico paralelo de 798 cm³, que é capaz de gerar até 85 cavalos de potência e um torque máximo de 8,4 kgfm a 5.750 rpm. Não bastasse isso, a moto ainda possui sistemas eletrônicos como o ASC (Controle Automático de Estabilidade, que regula o torque traseiro de forma eletrônica) e o ESA (Ajuste Eletrônico da Suspensão, que ajusta a pré-carga da mola de suspensão traseira em três posições: Comfort, Normal e Sport).

Esta nova motocicleta deve ser apresentada ainda este ano no Salão de Colônia (na Alemanha) e no Salão de Milão (na Itália). Já no Brasil, a nova F 800 GS será feita na cidade de Manaus (AM) e custará entre R$ 42.900 e R$ 43.900.

Por Ana Camila Neves Morais


Um bom meio de transitar pelas caóticas ruas, avenidas e estradas de todo o país é se valer de motocicletas. Simples ou de montagem mais complexa, pelos grandes centros urbanos pode-se notar sua utilização para vários fins, desde locomoção para chegar mais rápido ao serviço até o seu uso para uma função específica, como motoboy.

A montadora BMW Motorrad Brasil deu início às vendas de seu mais novo modelo montado sob o regime Complete Knock Down, batizado simplesmente de F 800 R. A fabricante passou a utilizar esse processo de composição desde o fim de 2009 em sociedade com a DAFRA Motors, dando origem ao modelo G 560 GS.

De acordo com a fabricante, o novo modelo é focado no segmento médio e possui características esportivas, de condução dinâmica. Um dos diferenciais é o fato de seus assentos, para piloto e acompanhante, serem extremamente confortáveis e seguros.

O motor da F 800 R é de dois cilindros, com total aptidão para desenvolver potência máxima de 87 cavalos a 8.000 rotações por minuto (RPM). O exemplar já pode ser adquirido nas concessionárias por um valor de R$ 36.900 nas tonalidades amarela, branca e cinza granito.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa





CONTINUE NAVEGANDO: