Foi apresentada pela fabricante de motos Honda, nesta última quinta-feira dia 29 de fevereiro, a nova motocicleta NC 750X. Essa moto foi criada para substituir a antiga NC 700X. Segundo informações da fabricante, esse novo modelo começará a ser comercializado nas lojas de todo o país pelo valor de R$ 28.990 para a versão Standard e R$ 31.100 para a versão que vem de fábrica com a tecnologia de freios ABS.

Para essa novidade do mercado, a empresa tem uma estimativa de que sejam vendidas, inicialmente, cerca de 2 mil unidades somente neste ano de 2015, sendo que 20% na versão mais barata e os outros 80% na versão mais cara, que é a com sistema de freios ABS. As cores disponíveis serão somente preto ou branco.

Quando comparamos o modelo anterior com esse novo modelo, a alteração mais relevante está no motor, haja vista que, nessa nova versão, o mesmo foi reformulado e ganhou mais cilindradas, o motor bicilíndrico que era de 670 cc de cilindrada passou a ser de 745cc, ou seja, como pode ser observado, um aumento significativo, que faz com a moto obtenha uma melhoria em seu consumo e em sua performance.

A NC 750X ficou mais econômica após essas mudanças. No ambiente urbano, ela é capaz de fazer 30,52 Km/l e no ambiente de estrada é de 26,85 km/l, mas o grande ganho foi com relação à velocidade máxima que subiu de 167,61 km/h na versão anterior para 174,7 km/h.

E as novidades não param por aí, uma vez que no painel a NC 750X ganhou novas funções, tais como o marcador de consumo instantâneo e médio, bem como um indicador de marchas. O porta objetos continua presente, o qual tem a capacidade de 21 litros que dá para transportar um capacete de modo integral e ficou localizado exatamente onde, nas motos convencionais, é o tanque de combustível.

Para fazer essa modificação, a Honda teve que deslocar o tanque de combustível dessa motocicleta para parte debaixo do assento. O assento também sofreu uma leve alteração, através da mudança da textura em que ele era confeccionado, a fim de dar melhor aderência aos condutores. 

Por Adriano Oliveira

Foto: divulgação


A Honda anunciou no fim do mês de novembro o lançamento no mercado brasileiro da nova versão de entrada da família 150 cilindradas: a CG 150 Start. Com preço sugerido de R$ 6.350, a configuração mais básica da motocicleta já está disponível nas concessionárias da marca japonesa em duas opções de cores: vermelha e preta.

Segundo a fabricante nipônica, a nova CG 150 Start terá a missão de atender os consumidores que estão a procura de uma moto para o uso diário e que ofereça um desempenho melhor quando comparado à linha 125 cilindradas da CG, sem abrir mão, no entanto, de um preço competitivo.

Disponível apenas na versão ES, equipada simplesmente com partida elétrica, a chegada da nova CG 150 Start faz com que os modelos CG 125 ES (vendida por R$ 6.350) e ESD (oferecida por R$ 6.550) deixem de ser fabricadas pela marca japonesa, justamente para não haver uma competição interna entre as versões.

Sendo assim, a família 125 da CG terá apenas os modelos 125 Fan, na versão básica KS, e 125 Cargo, com versões a partir de R$ 5.500 (KS).

Visualmente, a nova 150 Star não possui nenhuma diferença em relação às outras motocicletas da família 150. Além disso, a versão básica conta com o mesmo tipo de chassi (Diamond) e os mesmos pneus das outras versões, sendo que na dianteira a moto tem um pneu 80/100 R18 e na traseira há um pneu 90/90 R18.

Nesse mesmo caminho, a moto também não possui nenhuma novidade mecânica. Portanto, o modelo de entrada vem equipada com o mesmo motor monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft), de quatro tempos, arrefecido a ar, com comando de válvula no cabeçote, injeção eletrônica PGM-FI e tecnologia FlexOne. Com 149,2 cc, o bloco é capaz de entregar 14,2 cv de potência e torque de 1,32 kgfm com gasolina ou 14,3 cv e torque de 1,45 kgfm, quando abastecido com etanol.

Por Caio Polo

Foto: Divulgação


O mês de junho parece ter sido escolhido a dedo pelas fabricantes de motos para anunciarem seus lançamentos, possíveis lançamentos e projetos envolvendo motocicletas. Algumas singelas e outras que são realmente um sonho de consumo para muitas pessoas.

Nesta última classe se encontra a Diavel Dark. Anunciada recentemente aqui no Brasil pela Ducati, fabricante do modelo. A moto apresenta um “ar” todo especial e até que não é muito cara. O modelo poderá ser comprado com preços a partir de R$ 62.900. A moto vem em uma versão especial de preto fosco.

Conforme informações da montadora o modelo já pode ser comprado nas concessionárias da empresa espalhadas pelo país. A Dark tem um motor bicilíndrico com capacidade para 162 cavalos de potência a 9.500 rpm. O modelo tem três modos de pilotagem: o urban, touring e o Sport.

De certa forma a Diavel Dark se diferencia do restante dos modelos da mesma linha. A coloração preto fosco é uma das grandes responsáveis por isso. Ela está presente em praticamente toda a moto: Nas rodas, no tanque, chassi, escapamento e carenagens.

Como itens de série a fabricante informou que disponibiliza um kit chamado de Ducati Safety Pack, que traz controle de tração e freios ABS.

Com um motor de dois cilindros e 1.198,4 cc a moto acaba rendendo 13 kgfm de torque a 8.000 rpm. A refrigeração é líquida e, além disso, tudo trabalha junto com um câmbio de seis marchas.

O painel tem seus destaques. É digital e colorido, possui chave de reconhecimento por presença e marcador de marcha.

O Chassi da Diavel Dark é do estilo treliça, feito inteiramente em aço tubular que, como já sabemos se tornou uma tradição da fabricante italiana de motos. As rodas do modelo são de liga leve e contam com 17 polegadas além de serem equipadas com pneu Pirelli Diablo Rosso.

A Ducati também está comercializando, além da versão Dark, as opções Carbon na faixa dos R$ 74.900, a Cromo custando R$ 63.900 e a Black, um pouco mais barata, por R$ 58.900.

Por Denisson Soares

Foto: divulgação


A alemã BMW anunciou nesta semana que vai sim comercializar o S 1000 R no Brasil a partir do próximo ano.

A nova naked deverá custar em torno de R$ 60 mil e deve ser lançada ainda no primeiro trimestre, porém, ainda sem data confirmada.

O modelo S 1000 R chega a até 162 cv de potência e já vem de fábrica com dois modos de pilotagem sendo Rain e Road que são muito cogitados na Europa. O modo Rain tem a função de limitar a potência a 136 cv em casos de chuvas ou simplesmente pistas molhadas e o modo Road oferece melhor desempenho ao tempo adverso em estradas urbanas.

O pacote sport oferece no opcional mais dois outros modos: o  Dynamic e Dynamic Pro, que são responsáveis pela alteração dos ajustes de controle de tração e também dos freios ABS. Este pacote oferece ainda o quick-shift que fica responsável pela troca rápida de marchas sem a necessidade do uso da embreagem e também o controlador automático que age na sua velocidade.

No Brasil ainda é escasso o conhecimento para alguns consumidores em relação à categoria duas rodas da alemã BMW. A montadora pretende também aumentar o seu leque de consumidores pelo Brasil a fim de levar a qualidade por um preço que possa ser acessível também para a classe B, onde o número de motocicletas vendidas é muito menor em relação a outros países como a Europa, por exemplo.

Se for para contar no quesito design, os especialistas da marca já dão como certo o sucesso também pelo Brasil. O farol dianteiro possui linhas assimétricas assim como outros detalhes que são características muito semelhantes a do modelo esportivo S 1000 RR.  A estreia deste modelo foi feita no Salão de Milão este ano apresentando, a princípio, as cores Racing Red (vermelho esportivo) ou Light White (branco).

Por Luciana Ávila

BMW S 1000 R

Foto: Divulgação


A Caterham lançou uma divisão de motobicicleta e pretende vender motos a partir do próximo ano.

A marca revelou três motos na Exposição Internacional de Motos de Milão, a primeira das quais é chamada de Caterham Brutus 750 e entrará em produção no primeiro trimestre de  2014.

A Brutus 750 é descrito como uma motocicletas de passeio. A Caterham diz sua obra de  duas rodas pode funcionar como uma moto de rua, uma moto off-road ou até mesmo um snowmobile (após a conversão), a Caterham também diz que a moto é a primeira motocicleta a ter uma transmissão automática.

O segundo modelo é a E-Bike clássico retro-looking. É uma moto elétrica, com um alcance de 40 a 80 km. O piloto não precisa ter uma licença para montar a E-Bike na. A Caterham afirma que a produção do E-Bike vai começa também em 2014.

A terceira moto também é elétrica e  é chamado de Carbono E-Bike. É descrita como uma bicicleta Premium com estilo moderno inspirado pela F1. A Caterham diz uma tratar-se de uma edição limitada, com entrada e materiais F1.

Os preços ainda não foram revelados, mas a Caterham diz que todas as três motos vão aderir à companhia a filosofia de 'diversão acessível. Tony Fernandes, Co-Presidente do Caterham Group, disse: "Nossa visão para Caterham Grupo deu mais um passo em frente com o lançamento da Caterham Bikes”.

"A expansão dos nossos interesses no mercado de duas rodas é outra progressão natural para nós e é uma boa oportunidade para mostrar a amplitude de conhecimento, experiência e criatividade, temos à nossa disposição todo o Grupo, agora no mundo de duas rodas, além de todos os nossos outros automotivos, tecnologia e interesses de  inovação  ".

As motos Caterham chegarão com design moderno e atratativo o que mostra sua intençao em conquistar um público cada vez mais exigente, os valores que as motos chegrão ao mercado ainda não foram divulgados

Por Jaime Pargan

Foto: Divulgação


Em 2012 a KTM 1290 Super Duke R foi apresentada no Salão de Milão como conceito, mas ao que tudo indica, em breve o modelo será produzido em série. Na última quinta-feira (17), a própria montadora austríaca divulgou imagens inéditas do protótipo da motocicleta.  Provavelmente o modelo será lançado oficialmente no mês de novembro de 2013.

A moto será equipada com propulsor de dois cilindros, capaz de entregar 182,5 cavalos de potência e oferecer  torque de 14,68 kgfm. O design da moto é bastante ousado e o DNA é esportivo, sendo que a principal característica da motocicleta consiste no conjunto de elementos de alta performance, além de freios e suspensões super eficientes.

A moto vai de 0 a 200 km/h em apenas 7,2 segundos e, além disso, a montadora alega que a Super Duke R contará com grande economia de combustível. Além disso, o intervalo para a  revisão também é amplo, sendo que as manutenções devem ocorrer a cada 15.000 km rodados.

Foto: Divulgação

A motocicleta pesa apenas 189 kg e  é feita com matérias primas bem leves. Cumpre salientar que tanque de combustível comporta 18 litros e no quesito segurança, a mota conta com freios ABS, além do controle de tração.

A KTM 1290 Super Duke R conta com refrigeração líquida, transmissão de seis velocidades e injeção eletrônica. O valor de venda da nova KTM 1290 Super Duke R ainda não foi divulgado.

Por Larissa Mendes de Oliveira Soares


A montadora  Honda acaba de atualizar a sua linha de motocicletas. No total, sete modelos da marca chegaram ao mercado recentemente, dentre eles estão os seguintes: Pop 100, Biz 100, Lead 110, Biz 125, NXR 150 Bros, NXR 125 Bros e CBR 300R.

As modificações em relação à linha anterior foram sutis, ainda assim, os preços de venda foram reajustados. A linha Honda 2014 ganhou novas  e modernas opções de cores, no mais, a parte mecânica permanece igual em todas as versões. Uma novidade é que as motocicletas passarão a contar com um ano de garantia, independentemente da quilometragem.

Pop 100

Foto: Divulgação

Confira abaixo os detalhes e preços dos modelos:

Pop 100: Custa R$ 4.300 e é disponibilizada nas cores: preta, vermelha e azul;

Lead 110: Custa R$ 6.100 e a nova scooter será disponibilizada nos tons de preto e azul fosco;

Biz 100: Custa de R$ 4.790 a R$ 5.450 e será disponibilizada nas cores tradicionais;

Biz 125: Custa entre R$ 6.400 e R$ 7.150 e, além das cores convencionais, poderá ser encontrada nas cores rosa metálico e preto fosco.

NXR 125 Bros: É um modelo equipado com propulsor de 125 cc  e custa de R$ 7.190 a R$ 7.800. As cores foram mantidas;

NXR 150 Bros: Custa entre R$ 8.900 a R$ 9.200 e será disponibilizada nas versões  tricolor (vermelho, preto e branco) e bicolor (branco com preto);

CBR 300R: Custa de R$ 11.990 a R$ 13.690 e a novidade fica por conta da cor branca.

Por Larissa Mendes de Oliveira


BMW F800 GSQuem vai ao Salão Duas Rodas em outubro poderá apreciar o grande lançamento que a BMW trará no mês de novembro: a F800 GS. A grande atração do estande da poderosa será a opção mais radical da maxitrail e será montada na capital do Estado do Amazonas, em Manaus.

A nova moto terá alterações em seu peso, ela ganhará 15 kg em relação à tradicional, o que também aumenta o seu consumo: 1,7 km/h a menos a uma velocidade de 120 km/h. Ela terá também uma bolha maior do que a versão anterior, que poderá suportar com facilidade viagens de longa distância. A versão ainda conta com uma novidade: o modo “Enduro” para atuação da eletrônica – em que o funcionamento do ABS e do controle de tração é ajustado especificamente para rodar na terra.

Os protetores de mão e do motor, e a nova carenagem, além das pedaleiras mais largas e o banco com três opções de altura, destacam ainda mais a sua especialidade off-road. Para que o piloto possa realizar suas aventuras, o tanque ganhou 8 litros, totalizando 24, e uma autonomia de 560 km.

A versão brasileira pode chegar diferente da vendida na Europa (com freios ABS e controle de tração e suspensão eletrônicas opcionais). O que se sabe é que aqui o freio e controle de tração são standard na GS comum. 

Por Jaime Pargan


Após surgir como um conceito durante o Salão de Milão do ano passado, aKTM 1290 Super Duke R está perto de vir a ser o próximo veículo de produção referente à marca de origem austríaca. No último dia 17, terça-feira, a companhia apresentou uma inédita imagem do protótipo final da motocicleta, sendo que não expôs mais especificações e detalhes de caráter técnico.

De acordo com dados oficiais publicados pela corporação, a introdução oficial do modelo irá ocorrer ao final do mês setembro. Se a KTM mantiver o planejamento anunciado na feira milanesa ao ano de 2012, as comercializações da Super Duke no continente europeu poderão ser iniciadas no mês de novembro do ano de 2013.

A KTM, ao inovar com a apresentação de imagens sobre a versão final da 1290 Super Duke R, aguçou a curiosidade dos fãs. Alguns pesquisaram por mais imagens na internet e as enviaram para sites especializados. Para o ano que vem, a empresa tem o objetivo de alavancar a venda de todas as suas gamas e diversificar sua linha com mais produtos e equipamentos.

De acordo com informações da marca, "a nova Super Duke R será um modelo focado em potência e performance sem perder o conforto e a segurança presente em todos os modelos da companhia".

Por Marcelo Araújo

 KTM 1290 Super Duke R


A nova Suzuki trouxe algumas novas versões para o mercado brasileiro este ano. Uma delas é a GSX-R750. Um modelo poderoso e robusto. Ela conta com um sistema de circuito de contrle de ignição muito avançado que foi desenvolvido com base na MotoGP, modelo utilizado na principal competição de motos do mundo.

A Suzuki GSX-R750 está equipada com um motor tetracilíndrico de 750 cm³ capaz de render 150 cavalos de potência. Ele foi projetado para aumentar a resposta, dessa forma o condutor pode desenvolver toda a potência de maneira controlada. A potência máxima é de 106 hp a 10.000 rpm, enquanto o torque pode chegar a 8,16 kgf.m a 9.000 rpm.

O modelo possui um cicuito de controle de ignição transistorizada que foi desenvolvida a partir da tecnologia usada na MotoGP, contribuindo para a combustão completa.  O diferencial fica por conta da balança articulada digital tipo link, o amortecedor possui ação progressiva apresentando sete modos de ajuste.

Disponível nas cores preta e azul, a GSX-R750 tem um design atraente com fortes linhas bem estruturadas. O preço desta máquina é de R$ 49.900. Pode parecer caro, mas os recursos e o poder proporcionado faz valer a pena.

Por Robson Quirino de Moraes


Com o alto índice de acidentes envolvendo motos, a Race Tech, marca do ramo de equipamentos de proteção para motociclistas, desenvolveu novidades para aperfeiçoar a sua linha de produtos segmentada para os amantes das motos. A empresa criou três novos tipos de botas desenvolvidas tanto para o uso diário como para competições.

Considerado por alguns motociclistas como acessório, a empresa tenta despertar nos consumidores a ideia de um produto essência para a estabilidade e consequentemente maior segurança na hora de pilotar.

Batizada de Street Tech, a bota especial é fundamental para os que priorizam a combinação entre segurança e conforto nas pistas. O produto é desenvolvido em couro de alta resistência à fogo e possui painéis em poliuretano inseridos na canela, tornozelo e calcanhar que proporcionam o nível perfeito de proteção para os condutores mais exigentes.

Seguindo os conceitos urbanos, a Road Touring WP conta com a membrana Hipora impermeável que garante o conforto do piloto diante de condições climáticas adversas.

As botas já estão sendo comercializados e as faixas de preço são de R$379,00 para a Tech Touring, R$429,00 para a Road Touring e R$449,00 na Street Tech.

Por Marcos Junior


Finalmente a Ducati confirmou quais os modelos que serão vendidos no Brasil. Além do modelo que será montado pela Dafra em Manaus, a Diavel, chegarão ao mercado nacional as Nakeds Monster 796 e Streetfighter 848, a Superbike 848 EVO e as Bigtrails Multistrada 1200 e Panigale 1199. Porém, a companhia ainda não revelou nenhuma data definida para o início das vendas dos modelos, nem o valor pelo qual serão comercializadas.

O modelo de entrada será a Naked Monster 796, que conta com motor de 803 cm³ e 87 CV. Já a Panigale 1199, modelo superesportivo, possui 195 CV e é a mais potente da gama.

Assumida pelo grupo Volkswagen no ano passado, a Ducati fez parte da apresentação que a companhia alemã fez como prévia no Salão do Automóvel de 2012. Antes, a marca era representada pelo grupo Izzo no Brasil, que também distribui motos da KTM, Husqvarna, MV Agusta, Triumph e Harley Davidson.

O fim da parceria entre a Izzo e a Ducati foi bastante conturbado, na época várias revendas no Brasil foram fechadas. Porém, em 2012 a marca abriu sua primeira assistência técnica autorizada e ainda falou sobre seus novos planos de atuação no mercado brasileiro, mas ainda não foi divulgado nenhum dos nomes dos novos distribuidores.

Por Felipe Santos Bonfim


O mercado de motocicletas no Brasil conta com mais um modelo inovador: a VFR 1200X Crosstourer.

Este veículo possui um motor V4 com 1.236 centímetros cúbicos alcançando uma potência de 129 cavalos e um torque máximo de 12,8 kgfm.

Além disso, esta moto conta com um câmbio automático eletrônico com sistema DCT de dupla embreagem que possui três possibilidades de uso: Manual, automático Sport e Totalmente Automático.

Fonte: Motonline

Outras características interessantes da VFR 1200X Crosstourer são os freios Combined ABS, controle de tração e rodas com 19 polegadas.

No seu aspecto estético, este veículo possui um design esportivo, painel digital multifuncional, piscas com lâmpadas de LED e para-brisas inovadores.

A nova VFR 1200X Crosstourer deve chegar ao mercado automotivo brasileiro nos primeiros meses de 2013, mas os seus valores não foram divulgados pela montadora.

Por Ana Camila Neves Morais


A Husqvarna, empresa especializada na venda e fabricação de motos fez uma atualização do seu modelo TE310 R.

Em sua parte mecânica, esta moto conta com motor de 302,4 centímetros cúbicos, injeção eletrônica, movido à gasolina, câmbio manual de seis marchas que alcança uma potência de até 45 cavalos e um torque de, no máximo, 5 kgfm.

Além disso, a TE310 R vem com pneus de 18 e 21 polegadas, tanque com capacidade para 8,5 litros de combustível e 2,26 metros de comprimento total.

O design da nova Husqvarna é bem moderno com pinturas e adesivos mais resistentes e um painel simples com comando para a partida elétrica da moto.

Todas estas inovações da TE310 R irão chegar no Brasil com valores a partir de R$24.000 tendo como grandes concorrentes a Yamaha TT-R230, Honda CRF 230 e a Kawasaki KX 250 F.

Por Ana Camila Neves Morais


Mais um novo modelo de moto estará disponível no mercado para o ano de 2013 e a novidade do momento é a Honda NXR Bros 150.

Na sua nova versão, este veículo pode ser adquirido nas versões ES que possui freio a tambor nas rodas ou ESD com disco localizado na parte dianteira da motocicleta.

Em seu aspecto mecânico, a nova Honda NXR Bros 150 possui motor monocilíndrico OHC com refrigeração a ar, câmbio de cinco marchas, injeção eletrônica, potência de até 14 cavalos e um torque máximo de 1,53 kgfm bem como tanque com capacidade de armazenar até 12 litros de combustível.

 

Em sua questão estética foram inseridas diversas novidades como um farol maior equipado com refletor multifocal, lanternas traseiras além de oferecer mais conforto para o seu motorista sendo, assim, uma ótima opção no estilo off-road que se insere.

A nova Honda NXR Bros 150 pode ser adquirida por valores entre R$8.640 e R$8.990 dependendo da versão escolhida e com as opções de cores preta, verde e vermelha.

Por Ana Camila Neves Morais


A Suzuki lançou recentemente um modelo de moto com 125 cilindradas: a GSR 125 S.

Esta motocicleta possui nova carenagem e um spoiler sob o motor bem como rodas mais esportivas e piscas com lentes de cor branca.

Do ponto de vista mecânico, a GSR 125 S possui um motor monocilíndrico com refrigeração a ar alcançando potência de até 10,72 cavalos e um torque máximo de 0,95 kgfm em um câmbio com cinco marchas.

Seus bancos possuem altura de 73 centímetros apenas, semiguidão com contrapeso nas extremidades, o bocal do tanque possui um estilo aeronáutico além de possuir um painel digital com um display em LCD que indica nível de combustível, situação dos hodômetros e o velocímetro.

Esta moto possui ainda a possibilidade de realizar partida elétrica e um consumo médio de 26,94 quilômetros por litro de combustível utilizado

Todas as novidades da nova GSR 125 S podem ser adquiridas por preços a partir de R$6.490,00.

Por Ana Camila Neves Morais


As novidades no mercado de motos não param e desta vez a Harley-Davidson apresentou quatro novos modelos de moto em comemoração aos 110 anos da empresa.

O primeiro modelo é a electra Glide Ultra Limited que vem com um motor de 1.700 centímetros cúbicos, freios Brembo e câmbio com seis marchas.

Além disso, esse modelo vem com quatro alto-falantes, malas rígidas, manoplas com aquecimento e controle automático de suas principais funções.

A Fat Boy Special vem com um aspecto mais dark tendo um motor com 2 cilindros e 1.600 centímetros cúbicos em um câmbio com seis marchas.

Outro lançamento é a Heritage Softail Classic que possui um motor com 1.600 centímetros cúbicos e 02 cilindros com freios do tipo ABS em um câmbio de seis marchas.

E, por último, a Dyna super Glide Custom que possui um motor de 1.600 centímetros cúbicos e dois cilindros, computador de bordo, freios do tipo ABS e câmbio com seis marchas.

Para adquirir uma destas motos é preciso que os apaixonados por motos desembolsem valores que vão entre R$41.900,00 a R$74.900,00.

Por Ana Camila Neves Morais


A Harley-Davidson, famosa montadora de motos em todo o mundo, anunciou a inauguração de sua 12ª concessionária no Brasil.

A mais nova loja da marca vem com o nome de Newroad Harley-Davidson e foi construída dentro dos padrões da empresa e está localizada na cidade de Fortaleza no estado do Ceará sendo esta a 1ª concessionária da Harley na região Nordeste do Brasil.

A escolha de Fortaleza como o local desta nova loja foi feita com base em dados da Fenabrave (Federação Nacional de Distribuidores de Veículos Automotores) a qual indicou uma venda 61% mais alta de motos acida de 600 cilindradas (como os modelos da Harley-Davidson) nesta cidade em um total de 525 motocicletas emplacadas.

Dentre os serviços oferecidos estão a venda de motos, oficinas mecânica, venda de roupas e acessórios personalizados da Harley-Davidson além de ser um local de encontro para os apaixonados por motos.

Por Ana Camila Neves Morais


O ano de 2013 começará cheio de novidades no mundo das motos. A Honda comunicou o lançamento de dois modelos reestilizados para janeiro de 2013. São elas: a CB 300R e a XRE 300 Flex.

A montadora, que vem expandindo seu mercado de motos bicombustíveis, estará lançando dois modelos que rodam a álcool e a gasolina.

Apesar da data marcada para o lançamento no Brasil, os valores ainda não foram divulgados pela Honda.

A XRE 300 Flex ganhou uma remodelada em sua carenagem lateral. Já a CB 300R chega ao mercado lembrando a conhecida CB 1000R, mas com os defletores laterais do tanque super remodelados.

Mas a Honda não parou por aí. Além da CB 300R e da XRE 300, a empresa também estará relançando a Bros 125, que chegará ainda este ano no mercado brasileiro, com valores a partir de R$ 7.190, em versões KS e ES. O modelo tem injeção eletrônica e mantém o estilo da Bros 150.

Enfim, o próximo ano virá com tudo e esta é a hora de começar a analisar modelos e preços, para quem está pensando em trocar ou adquirir um novo meio de transporte. 

Por Dayane Garcia


A Inazuma 250 será lançada no Brasil no primeiro semestre de 2013, mas enquanto esse dia não chega, a moto anda fazendo bastante sucesso em território chinês.

Na China, a super moto é chamada de GW250 e já ganhou até mesmo um modelo exclusivo para o trabalho da polícia chinesa. Essa versão específica conta com guidão e baú mais altos, a fim de permitir determinadas manobras com baixa velocidade.

A Inazuma 250 da Suzuki tem o visual que lembra outras motos da montadora, a exemplo da Bandit 650S e Bandit 1250S, o que diferencia as motos entre si é basicamente a potência de seus motores. Na parte mecânica, o modelo comercializado no Brasil será apresentando com a mesma plataforma chinesa, cujo motor possui injeção eletrônica, é bicilíndrico, conta com 248 cm³, bem como refrigeração líquida. Segundo a Suzuki, o propulsor atinge a potência de 24,48.

A parte dianteira da moto possui diferenciada carenagem frontal e será produzida em parceria com a Haojue, empresa que no Brasil trabalha juntamente com a marca Dafra. O modelo chegará ao mercado brasileiro com a finalidade de competir diretamente com a Honda CB 300R, Yamaha Fazer 250, Dafra Next 250 e Kasinski Comet GT 250.

O preço de venda não foi divulgado.

Por Larissa Mendes de Oliveira


Os responsáveis pela fabricante Yamaha devem estar bastante satisfeitos, afinal, estão anunciando o lançamento da primeira moto com motor monocilíndrico e bicombustível de 249 cm³, que recebeu o nome de Fazer 250 Blueflex. Com este motor, pode-se alcançar uma potência de até 21 cv e torque máximo de 2,1 kgfm a 8.000 rpm.

De acordo com as informações obtidas, o modelo foi apresentado oficialmente no Festival no Japão, que aconteceu em São Paulo.

Disponível nas cores preta ou prata, a nova versão da Fazer conta visualmente com desenhos diferenciados. Já com relação aos atributos, é possível encontrar freios a disco, injeção eletrônica e um sistema que auxilia o funcionamento do motor.

Este sistema consiste no acendimento e desligamento da luz Blueflex, instalada no painel, e permite saber o momento certo para que a moto seja ligada. Dessa forma, segundo a Yamaha, quando exposta a baixas temperaturas, a moto pode demorar aproximadamente 20 segundos para pegar, tempo que o sistema necessita para realizar o controle da combustão nestes casos.

Mesmo com a inovação do motor bicombustível no segmento a que pertence, a Fazer 250 Blueflex chega às lojas do mercado brasileiro pelo preço sugerido de apenas R$ 11.690.

Por Anne A. Matioli Dias


Em se tratando da marca Honda, é possível esperar diversas novidades a cada novo modelo que apresenta. A fabricante pensa sempre em uma maneira de interagir melhor com seu público, criando características únicas para os seus produtos, que conquistam os consumidores.

Dessa forma, a Honda apresenta sua NC 700X, exibida anteriormente no Salão de Milão e que, agora, chega às lojas do Brasil como uma grande novidade.

De acordo com as informações divulgadas, este modelo vem com um design diferenciado que, inclusive, conta com um compartimento para guardar um capacete. Além disso, é caracterizado como um crossover urbano, sendo o primeiro da marca.

Como se pode notar, esta moto é a aposta da Honda para o segmento, no entanto, seus aspectos off-road são mais visuais que práticos, trata-se de um modelo para se usar no asfalto, não na terra, assim como acontece com alguns veículos atualmente.

A NC 700X conta com um motor bicilíndrico, fabricado no Japão, que garante potência aos percursos, e também com o sistema de freios C-ABS, que impede o travamento das rodas, trazendo mais segurança e praticidade.

Visualmente, a moto está disponível em duas opções de cores: vermelha e branca. O preço inicial divulgado é de R$ 27.490.

Por Anne A. Matioli Dias


Você é um amante de motos? Gostaria de ter um modelo esportivo com um alto desempenho e a um preço relativamente baixo? Se a sua resposta a essas perguntas é sim, então está aí a moto perfeita para você: a nova Kasinski Comet GT650R.

Esta moto possui um motor V2 de quatro válvulas alimentado eletrônicamente por um moderno sistema de injeção, recebendo assim o ajuste ideal da mistura de combustível e ar, o que faz com que atinja uma grande potência, com 6,9 Kgf.m enquanto o motor estiver funcionando a pouco mais de 7 mil rotações. Desse modo, bastará um pequeno toque no acelerador para obter uma resposta rápida por parte desta moto, conferindo assim ao piloto um enorme prazer.

O modelo é também bastante estável graças a uma novidade no acionamento do freio da roda dianteira, através de um sistema de pinças duplas, mantendo a moto sempre agarrada ao solo.

Foram dados a Comet GT650R novos grafismos e um novo emblema, dando-lhe assim um ar muito mais esportivo. Também as carenagens laterais foram totalmente remodeladas, conferindo-se uma maior modernidade a este modelo.

Esta moto poderá ser adquirida a partir de R$ 25.300.


Mais uma motocicleta está sendo lançada no mercado internacional: a KTM Duke 200. O lançamento está acontecendo simultaneamente em diversos países da Europa, América do Norte e também América do Sul.

A grande novidade desta super máquina é o motor que acabou ganhando uma boa atualização da edição passada para esta. Os compradores que resolverem investir o dinheiro nesta motocicleta terão, nada mais nada menos, do que 200 cm3 de cilindrada disponíveis.

A motocicleta também está chegando completa para os usuários, sem que precisem gastar dinheiro comprando itens que não estão inclusos no pacote inicial. A KTM Duke 200 vem com um painel digital com LED, que permite a visualização das informações independente da condição do tempo.

A motocicleta também oferece de fábrica uma suspensão invertida na dianteira e aros de liga leve.

Os preços de comercialização vão depender da região em que for comercializada, mas deve ficar em torno dos US$ 5 mil.


Sendo criada e lançada para substituir a Twistter 250 cilindradas e para comemorar os 40 anos da Honda, a CB 300R 2012 já chegou ao mercado sendo a moto mais cobiçada pelos jovens.

A principal alteração da nova moto está ligada a um importante item de série, o freio a disco na traseira que deve aumentar em muito a segurança do motorista (e o preço também, mas devemos lembrar que uma segurança adicional é sempre algo válido de se pagar), sendo um item obrigatório no novo modelo. No mais a moto contará com um motor de 291 cilindradas e terá um tanque com capacidade de até 18 litros de combustível.

Quanto ao design temos um conceito “street fighter” e muitas mudanças nos grafismos sendo que a cor preta não existirá mais para o modelo (o que gerou até alguma divisão de opiniões sobre a moto) sendo a cor branca acrescentada. Dentre as outras cores teremos vermelho padrão, azul metálico e amarelo.

O preço sugerido para esse modelo é de R$ 11.490,00 e seus principais concorrentes são a Kasinski Comet 250 e a Yamaha Fazer 250.

Por Keize de Moraes


O ano de 2012 começou com novidades no mercado de motocicletas do Brasil. A Dafra Motos está lançando a nova Riva 150, motocicleta que chega para complementar a linha street (que já contava com as motos Super 100, Speed 150 e Apache RTR 150) e para ser um dos principais produtos da marca no país.

Produzida em parceria com a Haojue, fabricante chinesa de motocicletas e uma das maiores do mundo, a Riva 150 tem um visual moderno, contando com faróis em formato piramidal na dianteira, lanterna traseira com design diferenciado, suportes dos estribos traseiros em alumínio e integrados ao chassi e escapamento na cor preta e com protetor cromado.

Outros destaques são as rodas de liga leve de 18 polegadas (calçadas com pneus Pirelli City Demon), trava de capacete, pedaleiras retráteis, sensor de acionamento da embreagem (para evitar a partida do motor com a moto engrenada), além do painel de instrumentos que se integra à carenagem e dispõe de velocímetro digital, indicador de marchas, conta-giros analógico, nível de carga da bateria e hodômetro (total e parcial).

O motor é o OHC monocilíndrico e de arrefecimento a ar, de 149,4 cm³, capaz de render 12,1 cv de potência a 8.250 rpm, associado ao câmbio mecânico de cinco velocidades. Ainda na parte mecânica, outra novidade é o freio dianteiro a disco.

A Dafra sugere o preço de R$ 4.990,00 para a moto, que pode ser adquirida nas cores vermelha, preta e pérola.

Fonte: DAFRA Motos

Por André Gonçalves


O dia de abertura da edição 2011 do Salão Duas Rodas, que acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, foi cheio de novidades para o público brasileiro. Uma delas é que a partir de novembro estará nas revendedoras oficiais da Honda de todo o Brasil a nova CBR 600F, motocicleta do segmento esportivo, que chega para completar a gama de média/alta cilindrada da marca japonesa vendida no país.

O modelo conta com um desenho bastante arrojado e esportivo, marcado principalmente pela carenagem integral, que serve para diminuir os efeitos do vento e da resistência aerodinâmica sobre o condutor, e pelos semi-guidões, que disponibilizam uma posição mais confortável para o piloto, seja na estrada ou na cidade. Ainda no quesito conforto, as novidades são as alças do garupa embutidas nas laterais; o novo posicionamento das pedaleiras; e a parte traseira mais alta.

Outros destaques são o motor DOHC 16V, de 599,3 cm³, refrigerado a água, que gera, de acordo com a montadora, 102 cv de potência e 6,53 kgfm de torque; a suspensão de garfo telescópico invertido na dianteira e de monochoque com molas ajustáveis na traseira; os pneus do tipo 120/70 na frente e 180/55 atrás; o tanque de combustível com capacidade para 18 litros; e o painel de instrumentos digital.

A CBR 600F será produzida em Manaus, e estará disponível nas versões Standard, com preço sugerido de R$ 32.500 e na cor branca, e C-ABS, nas cores branca e preta, que vai custar R$ 35.500.

Por André Gonçalves

Fonte: Honda


Transitar por ruas e estradas brasileiras é basicamente um desafio em horários de pico. A quantidade de carros, motos, caminhões e ônibus têm tornado a vivência nos grandes centros urbanos e até em cidades do interior cada vez mais difícil. Os governos estaduais e federais procuram se valer de obras viárias para sanar os principais problemas.

Os motoqueiros, porém, levam vantagem nessa questão. Aquelas famosas corridas entre os carros ganha um novo motivador, e embora essa recorrência (andar pelos corredores) não seja lá muito aceita, não existem meios eficazes de coibição. Visando o mercado brasileiro, a Kawasaki lança o modelo Ninja 650R.

A motocicleta possui motor bicilíndrico capaz de desenvolver 649 cavalos de potência (quatro tempos), bem como injeção eletrônica e refrigeração líquida.

A versão com dispositivo ABS sai por R$ 30.650, enquanto o modelo sem esse equipamento fica em R$ 28.400. Ambos os valores incluem frete para São Paulo e Rio de Janeiro.

Por Luiz Felipe T. Erdei


O mercado brasileiro de motos vai receber em breve mais uma novidade: trata-se da mais nova versão do modelo Ninja da Kawasaki.

A Ninja 2011 apresenta um visual que passa longe daquele das versões passadas e vem com inovações no sistema de controle de tração. Outra novidade fica a cargo do recurso S-KTRC, que confere potência de 201 cavalos à moto, e faz com que a motocicleta otimize a sua capacidade de acordo com o tipo de pilotagem que pode ser urbano, esportivo e piso molhado.

A versão 2011 da moto chama-se ZX-10R e tem previsão para aportar por aqui a partir do dia 15 de abril e vai ser comercializada por R$ 59.990. O preço não é baixo, mas a fabricante garantiu que o valor é mesmo para o modelo brasileiro e o japonês.

A princípio a moto está sendo trazida direto do Japão, mas a montadora afirmou que o preço da moto permanecerá o mesmo quando ela passar a ser fabricada em solo brasileiro, prevista para o segundo semestre deste ano.

Por Andrea Gomes

Fonte: G1


A Honda lançou um conceito inovador no seu segmento de motocicletas com a sua nova moto VFR 1200F. O modelo foi exibido na última edição do Salão do Automóvel e agora chega ao Brasil, exibindo um design moderno e com ares futuristas.

A VFR 1200F vem com motor de 4 cilindros de 172,7 cavalos de potência, transmissão automática, dupla embreagem eletrônica, carenagem dual layer (duas camadas), que permite desviar o condutor da moto do ar quente que sai do motor. Essa camada dupla também confere uma aparência cheia de estilo e personalidade ao modelo. Além disso, a VFR apresenta relógio, conta-giros analógico, visor que indica a quantidade de combustível no tanque e o quanto a moto está consumindo, sendo capaz também de informar a temperatura ambiente.

A moto VFR 1200F vai chegar às concessionárias Honda custando em torno de R$ 69,9 mil

Foto: Freedom Honda

Por Andrea Gomes


A Harley-Davidson está trazendo para o Brasil a XL 883N Iron, uma motocicleta com estilo simples e sem modernidades. Nela não vamos encontrar sistema de navegação ou rádio com conexão para iPod. O painel de instrumento tem apenas o básico, velocímetro analógico, relógio e hodômetro digital (total e parcial).

O modelo faz parte da família “Dark Custom” e tem quase todo o corpo pintado em cores escuras, das pedaleiras às rodas.

O motor é o tradicional Evolution V2, de 883 cm³, refrigerado a ar. A potência não foi informada pela montadora, mas a velocidade máxima é de 140 km/h. O propulsor conta ainda com injeção eletrônica e câmbio de cinco marchas.

Completando o conjunto mecânico temos a suspensão telescópica na dianteira e a bichoque na traseira, freios a disco simples e rodas de liga leve aro 19 na frente e aro 16 na traseira. O tanque de combustível tem capacidade para 12,5 litros e não exige o uso da gasolina de alta octanagem, ao contrário de outros modelos da linha Sportster.

A XL 883N Iron será vendida nas cores preta e amarela.

Os preços ainda não foram definidos, mas especula-se que ficará entre R$ 28.000 e R$ 32.000.

Por André Gonçalves


A Honda irá lançar no Brasil o novo modelo da moto XL 700V Transalp que apresentará motor potente bicilindrico em V, além de maior facilidade e conforto na hora de pilotar, tornando-a adequada também para viagens e não apenas para o uso na lida diária. As concessionárias Honda devem receber a partir do próximo mês o novo modelo que estará disponível nas cores preta e branca.

A XL 700V Transalp já é bem conhecida na Europa e foi lançada devido à popularização do rali Paris-Dakar e agora a moto ganha novos contornos e será apresentada ao mercado brasileiro com uma proposta de uma moto ágil, elegante, confortável e que garante força em situações diversas.

A capacidade total do tanque de combustível é de 17,5 litros, além disso, a XL 700V inclui painel digital, conta-giros analógico, visor de LCD que exibe a velocidade, distância percorrida, quantidade de combustível, além de outras informações.

A Honda oferece garantia de 1 ano e os consumidores poderão escolher entre as versões disponíveis do novo modelo que são a Standard, no valor de R$ 31.800, e a versão com freios C-ABS que será vendida a partir de R$ 34.800.  

Por Andrea Gomes





CONTINUE NAVEGANDO: