Análise Honda CB 1000R Neo Sports Café 2020





Honda faz releitura das Café Racers e traz uma moto atualizada com tecnologia, itens modernos e um motor propositalmente exposto.

Com montagem feita em Manaus (AM), a nova CB 1000R Neo Sports Cafe, depois de ser apresentada como moto conceito, que foi desenvolvida em cooperação entre Japão e Itália para se tornar modelo de rua, desembarca no Brasil. O modelo, que tem preço sugerido no valor de R$ 58.690, traz o conceito adotado na sua elaboração batizado de Neo Sports Café. O modelo é uma atualização com as tecnologias eletrônicas dos dias atuais misturada com as antigas Café Racers, que foram criadas nas décadas de 50 e 60, na Inglaterra. A Honda Neo Sports Café é uma moto de personalidade, cheia de vigor e dotada de muitos itens de modernidade.

Porque Café Racer

A denominação de “Café Racer” para as motocicletas se deu em função dos jovens de Londres, que na época se reuniam para disputar rachas nas portas dos cafés.




CB 1000R Neo Sports Café vem para substituir CB 1000R

A antiga CB 1000R saiu de linha em 2015 e a nova CB 1000R Neo Sports Café vem para substituir com mais personalidade. A Neo Sports Café vem com estilo street fighter, que é mais agressivo e possui linhas vincadas. Em comparação aos modelos, foi reduzido em 9 kg o peso a seco e passa a ser de 199 kg. O motor faz parte da estrutura em um quadro tubular em uma trave central em aço, do tipo diamante, o que aumentou a rigidez de torção. Para o visual ainda contribui um monobraço traseiro de alumínio, que está fixado em um moderno e belo sistema.

Moto mais moderna e diversas tecnologias

A CB 1000R Neo Sports Café traz um clássico desenho, compacto, com tanque arredondado e os tradicionais farolete e faróis redondos e o motor de 4 cilindros, que são propositalmente exposto. As rodas, com aros de 17 polegadas de diâmetro, é em liga leve e a iluminação é totalmente em LED e inclui luz de posição diurna. A traseira curta e vem com suporte de placa que é ancorado na balança traseira. Quanto o painel, é totalmente digital.


Motor potente e tecnologias que garantes mais segurança e prazer na pilotagem

O motor da Honda NSC é de 4 cilindros, em linha DOHC de 998 cm3 , com potência que atinge 141,4 cavalos, com torque de 10,2 kgfm a 8.000 rpm. Com isso é possível mais prazer na pilotagem do veículo, já que mesmo em sexta marcha é possível fazer fortes retomadas na velocidade e fazer potentes saídas de curva.

O motor tem 4 mapeamentos: Rain,( para chuva), Sport, Standard e User. Conta com painel de fácil manuseio estilo blackout, além de computador de bordo e ainda possível a personalização.

A marcha que for engatada e também a hora de trocar de marcha é indicada por uma luz pequena, que muda de cores, no canto direito. O corpo fica levemente inclinado, com mais conforto, por conta do guidão adiantado e com as pedaleiras mais recuadas . Já suspensão dianteira, que tem dupla função, é invertida com 120 mm de curso.

Com pinças Tokico, os freio são superdimensionados com sistema ABS. Na parte dianteira conta com dois discos de 310 mm e na traseira conta com disco simples de 256 mm. Quando o freio é acionado de forma brusca , como segurança, em sinal de frenagem de emergência, entra em funcionamento o pisca alerta automaticamente, e é desligado em seguida.

Adoniran Peres

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *