Triumph Rocket 3 – Especificações, Lançamento


A segunda geração deste modelo chegará ao Brasil ainda em 2020 com a sua características central: o maior motor com produção em série do mundo.

Foram divulgadas, pela Triumph, imagens e informações sobre a nova geração de sua cruiser, a Rocket 3. A segunda geração deste modelo chegará ao Brasil ainda em 2020, 16 anos após o lançamento da primeira geração, mas manterá aquela que é considerada a sua característica central: o maior motor com produção em série do mundo. A Rocket 3 será equipada com motor de três cilindros, com 2.548 cm³ de diâmetro. A potência do Rocket 3 será 11% maior que a geração anterior, alcançando 167 cv a 6 mil rpm. Seu torque com 22,5 mkgf chega a 4 mil rpm e a transmissão será de 6 marchas.


O status próximo ao de uma moto esportiva é possível graças aos demais itens técnicos presentes nesta geração, como seus freios, por exemplo. A parte dianteira conta com 2 discos de 320 mm, com pinças monobloco contendo 44 pistões. Já na parte traseira você encontra a composição disco simples com pistão unitário, de 300 mm. O sistema ABS, antitravamento, possui tecnologia bem avançada, funcionando de maneira otimizada, principalmente nas curvas. Isso quer dizer que ao inclinar a moto, a probabilidade de perda de trajetória é reduzida à níveis mínimos. A roda dianteira é de 150 /80 com raio de 17 polegadas, enquanto a traseira é de 240 / 50 com raio de 16 polegadas.


A parte dianteira conta ainda com a suspensão Showa, invertida com a presença bengalas de diâmetro de 47 mm e 120 mm em curso. Na parte traseira apresenta, também dá Showa, conta com a suspensão com a presença de reservatório externo, o que permite alcançar maior precisão do amortecimento, até mesmo em situações extremas, e um seletor em forma giratória, para realização de ajuste pré-carga. O curso com 107 mm e as duas suspensões compõem um controle de ajuste de compressão, de retorno e de pré-carga.


Concebida sob um projeto inédito, a Rocket 3 reduziu em 40 kg seu peso quando comparado à geração anterior. O motor foi responsável pela perda de 18 dos 40 kg, através de diversas melhorias em seus materiais. O peso deste modelo é de 291 kg e seu tanque de combustível possui capacidade de 18 litros. Seu quadro, com um novo projeto, em alumínio, foi o responsável por reduzir, segundo a fabricante, distribuição de peso, massa, centro de gravidade e tamanho.


Detalhes do pacote eletrônico

A Rocket 3 traz consigo uma linha de itens e elementos auxiliares que já integravam os demais modelos da Triumph. Um desses elementos é o painel TFT de segunda geração, através do qual é realizada a integração com o Google Maps e o controle de câmeras GoPro. A IMU, Unidade de Medição Inercial, de 6 eixos é mais um elemento, e essencial, da eletrônica embarcada da Rocket 3. Este elemento ratifica a importância da central eletrônica, que é a responsável pela leitura dos dados relacionados a aceleração, a inclinação e a velocidade das rodas. Com essa combinação se torna possível um maior controle de tração, dos freios ABS até mesmo dos modos de condução.

Seus modos de condução estão diretamente associados à adoção do acelerador eletrônico. A Rocket 3 conta com quatro modos de condução distintos: rain, rider, road e sport. Além do controle de resposta do acelerador, estes modos alteram a intervenção sobre o controle de tração. A Rocket 3 conta ainda com o auxílio para partida em rampas, partida através de chave presencial, controle de velocidade de cruzeiro, manoplas que contam com aquecimento e entrada USB localizada sob seu banco.

Preço

A Rocket 3 chegará às lojas custando € 23 mil, aproximadamente R$ 115.695. Mesmo chegando ao Brasil ainda em 2020 não foi definido pela fabricante se isso ocorrerá no primeiro ou no segundo semestre.

Por Luis Fernando Bernardo



Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.