Triumph Rocket 3 – Especificações, Lançamento



A segunda geração deste modelo chegará ao Brasil ainda em 2020 com a sua características central: o maior motor com produção em série do mundo.

Foram divulgadas, pela Triumph, imagens e informações sobre a nova geração de sua cruiser, a Rocket 3. A segunda geração deste modelo chegará ao Brasil ainda em 2020, 16 anos após o lançamento da primeira geração, mas manterá aquela que é considerada a sua característica central: o maior motor com produção em série do mundo. A Rocket 3 será equipada com motor de três cilindros, com 2.548 cm³ de diâmetro. A potência do Rocket 3 será 11% maior que a geração anterior, alcançando 167 cv a 6 mil rpm. Seu torque com 22,5 mkgf chega a 4 mil rpm e a transmissão será de 6 marchas.

O status próximo ao de uma moto esportiva é possível graças aos demais itens técnicos presentes nesta geração, como seus freios, por exemplo. A parte dianteira conta com 2 discos de 320 mm, com pinças monobloco contendo 44 pistões. Já na parte traseira você encontra a composição disco simples com pistão unitário, de 300 mm. O sistema ABS, antitravamento, possui tecnologia bem avançada, funcionando de maneira otimizada, principalmente nas curvas. Isso quer dizer que ao inclinar a moto, a probabilidade de perda de trajetória é reduzida à níveis mínimos. A roda dianteira é de 150 /80 com raio de 17 polegadas, enquanto a traseira é de 240 / 50 com raio de 16 polegadas.



A parte dianteira conta ainda com a suspensão Showa, invertida com a presença bengalas de diâmetro de 47 mm e 120 mm em curso. Na parte traseira apresenta, também dá Showa, conta com a suspensão com a presença de reservatório externo, o que permite alcançar maior precisão do amortecimento, até mesmo em situações extremas, e um seletor em forma giratória, para realização de ajuste pré-carga. O curso com 107 mm e as duas suspensões compõem um controle de ajuste de compressão, de retorno e de pré-carga.

Concebida sob um projeto inédito, a Rocket 3 reduziu em 40 kg seu peso quando comparado à geração anterior. O motor foi responsável pela perda de 18 dos 40 kg, através de diversas melhorias em seus materiais. O peso deste modelo é de 291 kg e seu tanque de combustível possui capacidade de 18 litros. Seu quadro, com um novo projeto, em alumínio, foi o responsável por reduzir, segundo a fabricante, distribuição de peso, massa, centro de gravidade e tamanho.



Detalhes do pacote eletrônico

A Rocket 3 traz consigo uma linha de itens e elementos auxiliares que já integravam os demais modelos da Triumph. Um desses elementos é o painel TFT de segunda geração, através do qual é realizada a integração com o Google Maps e o controle de câmeras GoPro. A IMU, Unidade de Medição Inercial, de 6 eixos é mais um elemento, e essencial, da eletrônica embarcada da Rocket 3. Este elemento ratifica a importância da central eletrônica, que é a responsável pela leitura dos dados relacionados a aceleração, a inclinação e a velocidade das rodas. Com essa combinação se torna possível um maior controle de tração, dos freios ABS até mesmo dos modos de condução.

Seus modos de condução estão diretamente associados à adoção do acelerador eletrônico. A Rocket 3 conta com quatro modos de condução distintos: rain, rider, road e sport. Além do controle de resposta do acelerador, estes modos alteram a intervenção sobre o controle de tração. A Rocket 3 conta ainda com o auxílio para partida em rampas, partida através de chave presencial, controle de velocidade de cruzeiro, manoplas que contam com aquecimento e entrada USB localizada sob seu banco.

Preço

A Rocket 3 chegará às lojas custando € 23 mil, aproximadamente R$ 115.695. Mesmo chegando ao Brasil ainda em 2020 não foi definido pela fabricante se isso ocorrerá no primeiro ou no segundo semestre.

Por Luis Fernando Bernardo

Triumph Rocket 3

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *