Voltz EVS Work: versão elétrica para delivery por menos de R$ 10 mil


Inovação segue sendo o principal condutor da Ifood em 2022 e em São Paulo (SP) a empresa já tem planos de seguir revolucionando em sustentabilidade enquanto busca qualidade e agilidade nas suas entregas.

A maior empresa de Delivery do Brasil anunciou uma parceria para juntar forças e garantir motos elétricas de baixo custo para os seus entregadores em São Paulo. A marca Ifood desenvolveu em parceria com a Voltz Motors um novo modelo de moto elétrica, pensada para os entregadores do Ifood, com o valor de R$ 9.999,90 e condições especiais de financiamento.


A EVS Work Ifood, foi desenvolvida com características especiais e adaptações para os condutores parceiros da Ifood. Inicialmente, o projeto está sendo desenvolvido na cidade de São Paulo (SP) onde a Voltz conta com cerca de 100 estações de recargas espalhadas pelos principais bairros. As empresas estão oferecendo inclusive, planos de assinaturas para as trocas de baterias das motos, com mensalidade inicial de R$ 129,00 para profissionais que andam em torno de 2mil km.


O modelo, que já está sendo comercializado pelas marcas como pré-venda, promete uma redução de cerca de 60% dos custos operacionais das entregas, onde se calcula gastos com a manutenção do veículo e principalmente analisando os drásticos aumentos do preço da gasolina por todo o país. Além da economia financeira, as empresas ainda destacam que as novas motos são menos poluentes, seguindo a tendência e a demanda do mercado para a produção de veículos elétricos com menor custo no Brasil.


Para atender o segmento, as marcas lançaram uma versão com um design adaptado da linha Voltz EVS Work (já produzida pela montadora para o segmento de entregadores e moto boy), sem o baú fixo que era um padrão da outra versão da Voltz. Assim, os entregadores do Ifood podem seguir utilizando a "mochila baú" que faz parte do kit da marca.


O modelo está sendo produzido na cor vermelha com detalhes em cinza e preto, linhas robustas e design moderno, no estilo mais futurista. Com as adaptações feitas, as marcas divulgaram que conseguiram chegar a um preço final mais baixo, tornando o modelo um dos mais baratos do setor.

O motor elétrico pode ser carregado em tomadas padrões, com o tempo de carga completa estimado em 5 horas, aproximadamente. As marcas divulgam que a velocidade máxima do modelo EVS Work Ifood é de 85 km/h para manter sua autonomia, mas pode atingir melhor desempenho quando programada pelo condutor.

Nos planos sustentáveis da maior empresa de delivery do Brasil, está atingir nos próximos três anos a marca de 50% da frota de entregas sendo realizadas com motos elétricas.

A Ifood visa tornar o produto atraente para os profissionais que desejam trocar de moto ou começar a trabalhar como entregador, mantendo um valor inicial das motos elétricas abaixo dos R$ 10 mil e firmando uma parceria com o Banco BV que financia o valor com condições especiais para os profissionais cadastrados como entregadores no Ifood. A parceria firmada entre o banco e a empresa também está promovendo a nova moto com um subsídio de R$ 2 mil para os primeiros 300 financiamentos aprovados pelo Banco.

O Ifood ainda não divulgou como e quando o novo modelo EVS Work Ifood chegará em outros estados do Brasil, mas especialistas acreditam que esta próxima etapa será em breve, já que a empresa está sempre focada em melhorias sustentáveis para o seu negócio e atualmente é a líder do segmento de delivery de comidas em todo o Brasil.

Para os profissionais interessados em adquirir o novo modelo, basta acessar o site institucional do Ifood: www.institucional.ifood.com.br/ifood/.



Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.