Veja aqui o preço e as principais vantagens e desvantagens da scooter.

Já é notável que os scooteres têm conquistado o gosto e a confiança dos brasileiros, pois a cada dia aumenta mais o número desse tipo de motocicleta de menos cilindradas nas ruas. Embora tenha demorado um pouco mais em relação às outras marcas, a Honda já colocou à venda o seu modelo SH 300I, que já está impressionando muita gente, seja pela potência de seu motor, pelo seu atraente visual ou pelo refinado acabamento. Talvez, a única característica deste scooter que pode não agradar muito é o seu valor, estimado em R$ 23.590.00.

Deixando a questão do preço de lado, a scooter da Honda possui inúmeras características que a torna alvo de desejo de muitas pessoas. Entre todas as suas qualidades a motocicleta oferece muito conforto, pois coloca o piloto em uma boa posição, além de trazer muita tecnologia que trabalha a favor de seu desempenho. Um exemplo de tecnologia aplicada está na chave que necessariamente não precisa estar no contato da ignição, pois ela apresenta um sensor que capta a sua frequência até mesmo dentro do bolso, graças ao sistema Smart Key.

Debaixo de seu assento se encontra um tanque com capacidade de até 9,1 litros de combustível, além de espaço para capacete de modelo menor.

Com rodas em aro 16”, os freios possuem ABS, que somados a uma boa suspensão oferecem mais segurança. Seu motor de 300cm3 oferece uma excelente performance para uma scooter, até mesmo em trechos mais sinuosos e em ruas mais esburacadas, como também em estradas, fazendo até 30 km por litro de combustível.

É uma motocicleta boa de arranque, até mesmo quando o piloto possui peso mais elevado. Com 24,9 cv que geram uma rpm de 7.500, sua capacidade de torque é de 2,59 kgfm com 5.000 rpm.

Enfim, a Honda SH300I é uma excelente opção para quem gosta de pilotar este tipo de motocicleta, que reúne características muito relevantes em relação ao seu desempenho. Com certeza ela chega para fazer a diferença entre as demais de seu segmento que estão no mercado. Entre as motos de baixa cilindrada ela é a que mais se destaca em todos os quesitos. Em relação ao preço, quando comparada a sua concorrente Dafra, a diferença não é assim tão grande.

Sirlene Montes


Confira os preços das novas Honda CB 650F e CBR 650F 2017.

No dia 12 de julho, a marca Honda apresentou a CB 650F e a CBR 650F, modelos da linha 2017. O que se percebe são mudanças no grafismo, que foi realizado por designers, no Brasil, e no controle de emissão de poluentes, para entrar de acordo com a segunda etapa do Promot4 – Programa de Controle da Poluição de Ar por Motociclos e Veículos Similares.

Os preços sugeridos para o estado de São Paulo e sem a cobrança de despesas como seguro e frete, são de R$ 37 mil para a CB 650F e R$ 38.800 para a CBR 650F.

Honda CB 650F x Honda CBR 650F

A Honda CB 650F chegou aqui no nosso País no final do ano de 2014, com o intuito de ficar no lugar da CB600 Hornet. Naquele ano, seu preço girava em torno de R$ 29 mil a R$ 32 mil, dependendo se o comprador optasse ou não pelo freio ABS.

A novidade para este ano é que os dois modelos, que são produzidos no Brasil, em Manaus, tanto a CB 650F quanto a CBR 650F, virão com freios ABS de fábrica, podendo ser escolhidas as cores vermelha ou preto.

A garantia das motos agora é de 3 anos e não tem limite de quilometragem. O cliente ainda conta com assistência 24 horas e resgate em países como Brasil, Chile, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Os motores serão de 4 cilindros, isto é, o mesmo, com capacidade de 649 cm³, torque de 6,4 kgfm a 8 mil rpm, potência de 87 cv a 11 mil rpm, além de seis velocidades no câmbio. Não podemos esquecer de falar que as motocicletas contam com o Sistema Doublé Over Head Camshaft – DOHC e duplo comando de cabeçote.

Já as rodas de trás trazem 17 polegadas com pneus 180/55-ZR17M/C e as da frente, da mesma polegada, 120/70-ZR17M/C. A capacidade do tanque de combustível, das duas versões, é de 17,3 litros.

Com dois níveis, os bancos destes modelos vêm com espuma macia. Já a sua rabeta curta chega para continuar o conceito Honda.

O que você achou sobre nosso artigo sobre a CB650F e CBR 650F, da Honda, modelos 2017? Compartilhe conosco as suas experiências!

Kika Akita


Modelo chega às concessionárias para ocupar o espaço entre a NXR 160 e XRE 300. Moto custa cerca de R$ 13 mil.

A fim de ocupar o espaço deixado entre a NXR 160 Bros e a XRE 300, a grande e renomada fabricante de motocicletas Honda fez o lançamento, no Brasil, nesta última sexta-feira, dia 06 de maio de 2016, da sua mais nova aposta que é a XRE 190. Esta motocicleta trail de pequeno porte só irá chegar às concessionárias da marca na última quinzena do mês de maio e com apenas uma versão, a qual disponibilizará aos consumidores freios ABS com tecnologia anti-travamento (somente na roda dianteira), item este que já virá de fábrica. O preço dessa motocicleta chegará ao mercado fixado em R$ 13.300, sendo que ela será disponibilizada apenas em três cores perolizadas, sendo estas: preto, verde e vermelho.

Dentre os destaques dessa nova motocicleta da Honda é o seu design, haja vista que o modelo de um modo mais popular aparenta ser uma junção da XRE 300 com a Bros. Com relação aos detalhes, a Honda XRE 190 possui para-lamas mais curto, formas agressivas nas carenagens, conjunto óptico com a presença de lâmpadas mais econômicas e potentes, escapamento com elevação, lanterna de trás e piscas independentes, suporte de placa em uma posição mais alta e alças confeccionadas em alumínio, as quais integram o bagageiro de nylon.

O painel da motocicleta ficou muito bonito devido ao fato de ser integralmente digital e ficou bastante funcional, uma vez que mostra informações completas, tais como tacômetro, marcador de combustível, hodômetro parcial e total, bem como indicações de todo o funcionamento dos demais itens da motocicleta.

O propulsor utilizado neste novo modelo da Honda foi o monocilíndrico de 184,4 cm³, com funcionamento em quatro tempos e duas válvulas, a refrigeração deste motor é feita a ar, sendo que ele já vem com a tecnologia FlexOne bicombustível.

Este propulsor a 8.500 rpm possui a capacidade de gerar uma potência máxima de 16,4 cavalos quando abastecido com etanol e de 16,3 cavalos quando abastecido com gasolina.A moto é capaz de entregar um torque de 1,66 kgfm e 1,65 kgfm, respectivamente. Este motor trabalha em conjunto com um câmbio de cinco velocidades. Para facilitar a vida dos proprietários a motocicleta possui partida elétrica, já a transmissão final é realizada por meio de corrente.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: