Nova linha 500 da Honda ganha melhorias e custará um pouco mais.

A Honda lançou oficialmente no Brasil as novas versões renovadas das suas motos que fazem parte da linha de 500 cm³. Essa linha “500” é composta por três modelos de motocicletas, sendo elas a CB 500F, a CBR 500R e a 500X. A linha de fato ganhou algumas melhorias da montadora, mas em contrapartida acabou ficando também mais cara.

Para nos situarmos melhor na questão dos preços vamos aos números. A 500F agora tem preço inicial que começa em R$ 26 mil, sendo que pode atingir até R$ 28 mil na opção que conta com freios ABS. No caso da 500R o preço fica em R$ 29 mil. Por fim, a 500X custará aos interessados R$ 29.900. Entretanto, nestes dois últimos casos os modelos já contarão com assistência à frenagem como item de série.

Apenas a título de curiosidade, essas três motos como apontamos pertencem a mesma família. Porém, esse simples fator não impediu a marca de fazê-las bem diferentes uma em relação a outra. Por exemplo, a 500F trata-se de um modelo naked que conta com um bom desempenho. Para quem gosta de andar pela cidade é uma boa opção. Um dos pontos que justificam isso é o fato dela ser leve e relativamente estreita, o que facilita a movimentação entre os carros. Já a 500R chega ao mercado com uma cara mais esportiva. Perfeitamente indicada para quem adora acelerar em circuitos fechados. Por fim, a 500X foi projetada visando mais o conforto do piloto. Os bancos possuem dois níveis e além disso uma suspensão até que alta. Para quem gosta de sair por aí viajando é uma boa pedida.

Quanto a motorização, a marca optou por manter o mesmo, sendo um bicilíndrico com capacidade para gerar 50,4 cv com rpm de 8.500. O câmbio também não foi trocado, permanecendo o mesmo de seis marchas. Novamente vamos encontrar o filtro de carvão ativo, que tem a finalidade de sugar os gases que ficam suspensos no tanque e posteriormente devolve os mesmos para a admissão do propulsor. Aqui tem um detalhe: Isso é feito porque a marca precisa cumprir o estipulado no Promot 4, que tem como objetivo regulamentar e fiscalizar a emissão de poluentes por aqui.

Mesmo com diferenças significativas entre os três modelos no quesito resposta, elas seguem o mesmo tipo de padrão. O piloto vai ver que tanto a primeira quanto a segunda marcha são bem curtas e proporcionam uma boa aceleração. A terceira é meio que um “curinga” e praticamente pode ser usada no meio urbano quase que o tempo todo.

Por Denisson Soares


A nova CB 500, da Honda, não ficou de fora da principal  linha de tendência em relação ao setor de motocicletas. A nova geração da moto traz aos consumidores um visual com características de um modelo mais aventureiro. Fechando o ciclo da família 500 a CB 500X tem uma certa classe que faz qualquer um pensar em uma moto para longas viagens bem como para deslocamentos feito na terra. Entretanto, a aparência engana já que a modelo se comporta bem melhor no asfalto do que na terra.

A 500X tem o título de off-road, mas isso é o de menos em relação a moto. A própria fabricante diz que a moto é uma crossover. Uma das metas, se não “a meta”, é de que a CB 500X alcance o posto de ser o modelo mais vendido entre as motos da família 500. Mas isso só deve acontecer lá em 2015.

Mas sobre 2014, a companhia também tem seus planos bem definidos. A pretensão é de que sejam vendidas até o fim do ano cerca de 5.700 unidades. O preço base do modelo foi estipulado em R$ 23.500, o modelo conta com freios ABS como item opcional. Isso pode acrescentar ao preço base um valor significativo podendo chegar a R$ 25.000.

De fato o conceito escolhido para a CB 500X ainda é algo que está em crescimento no mercado de motos, principalmente no Brasil. Ainda assim há algumas pedras no caminho já que a moto vai ter que encarar algumas rivais no mercado. Mas há um porém, as concorrentes apresentam preços e cilindradas diferentes. E se olharmos mais atentamente para o fato de que na faixa de 500 cc existe um certo vácuo, a linha CB 500 acaba por não ter uma rival direta.

No mais a CB 500X tem um potencial bastante grande de conquistar o público nacional. Só resta esperar para ver como os consumidores irão encarar a moto ao longo do tempo.

Por Denisson Soares

Honda CB 500X

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: