Conheça aqui mais detalhes sobre a nova Honda CG 160 Cargo 2018.

O ano de 2018 está começando não apenas com grandes estreias em quatro rodas. As motos estão ganhando mais espaço. A Honda está lançando a chamada CG 160 Cargo 2018, que pode ser avaliada como uma das melhores motos no atual mercado de veículos de uso profissional. Trata-se, em realidade, de uma atualização de versão anterior que agora está muito mais equipada, incluindo o sistema de freios combinados. Esta motocicleta faz parte de um projeto criteriosamente elaborado e desenvolvido com finalidade exclusiva de lançar uma moto para uso de profissionais liberais em frotas de empresas, na quais poderá aliar a sua grande resistência ao baixo custo de manutenção, tornando-se o número um nesse segmento do mercado.

Em relação ao sistema de freios combinados, cuja sigla é CBS ou Combined Break System, o mesmo foi instalado no sentido de proporcionar mais segurança e facilitar a atividade do piloto.

Este sistema de freios combinados é parte de uma inovação tecnológica, tornando-se quase um divisor de águas na produção da Honda. Foi no ano de 2015 que a companhia fez estrear a CG 150 Titan com o sistema CBS, o que fez dessa motocicleta o diferencial único de baixa cilindrada em todo o mundo, equipada com esse novo sistema. No freio a disco de 240 mm, instalado na roda dianteira, o sistema funciona conjuntamente comas versões CG 160 Fan e Titan 2018. Quando o piloto aciona o curso completo do pedal do freio da roda traseira, a frenagem será integral no tambor de 130 mm, da mesma roda traseira, sendo que o dispositivo automático desse sistema faz acionar até 30% de frenagem no disco da roda dianteira. É importante deixar claro que o manete do freio permanece, por sua vez, acionando apenas o disco dianteiro.

Outro atributo que torna essa moto exclusiva e única é o próprio bagageiro, que chega da indústria com capacidade para portar até 20 kg, com as suas suspensões ajustadas para esse uso específico.

Este modelo CG 160 Cargo de 2018 mantém a aparelhagem de motor monocilíndrico com 162,7CC FlexOne, o qual funciona tanto à gasolina quanto à etanol, em quatro tempos e munida de injeção eletrônica PGM-FI, que a potencializa em força máxima de até 14,9 cavalos e torque de 1,4KGFM, quando roda a gasolina.

Quando está abastecida com etanol a sua potência sobe para 15,1 cavalos de potência máxima a 8.000 RPM e torque máximo de 1,54KGFM em 6.000 giros. O tanque de combustível possui capacidade para até 16,1 litros; o sistema de câmbio possui 5 velocidades e peso total dessa moto é de 119 kg.

Está aparelhada de um painel digital que dispõe de informações como velocímetro; o hodômetro total e parcial; o marcador de combustível e as demais luzes espias devidamente padronizadas. Seu chassi foi criado em chapa de aço, na qual se utiliza o tipo de arquitetura Diamond, que é parte do próprio motor, em sua estrutura. Desta maneira a Honda CG 160 Cargo tornou-se a motocicleta mais fácil de manobrar, com boa estabilidade.

Está munida de um cavalete central, cuja presença tornou-se opcional ao longo dos anos, sendo um padrão há algumas décadas. Sua função está em garantir maior facilidade e estabilidade no estacionar com carga na moto. O modelo está disponível apenas na cor branca e o seu valor no mercado pode chegar a 8.990 reais.

A Honda está entre as mais importantes fabricantes de automóveis e motocicletas do mundo. Em solo nacional a Honda Motor do Brasil foi inaugurada no início dos anos de 1970. Para mais informações e atualizações acesse o site da montadora.

Paulo Henrique dos Santos


Confira aqui as novidades presentes na nova Honda CG 160 2018.

Os motociclistas brasileiros que são fãs da mais famosa e popular motocicleta brasileira, a Honda CG 160, deverão contar agora com algumas mudanças nas novas versões a partir de 2018.

A novidade é que o modelo deverá agora sair de fábrica com um novo sistema combinado de freios, além de modificações feitas na suspensão dianteira do novo modelo.

Com novas modificações consideradas para melhorar sua mecânica, a Honda CG 160 deverá contar também com novos preços, dependendo do tipo de modelo que deverá chegar nas lojas ainda neste ano.

O que se sabe por intermédio dos especialistas de plantão é que a CG 160 deverá custar a partir de R$ 7.900,00, no caso, para o modelo Start, que vem com um sistema de freio a tambor.

Para os outros dois modelos da série, a versão Fan e a Titan, os novos valores deverão ficar em R$ 8.990,00 e R$ 10.190,00, respectivamente. Estes dois últimos modelos possuem sistema de freio a disco na dianteira e a tambor na traseira, enquanto a mais barata o sistema é a tambor nas duas rodas.

Qual a novidade no novo sistema de freio da Honda CG160 ?

Para atender a uma exigência imposta pelo novo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que determinou que todos os modelos de motos no Brasil deverão adotar o sistema de freio ABS ou CBS até o ano de 2019, a Honda lança agora no seu modelo mais vendido em território brasileiro o sistema de frenagem do tipo CBS (antes era só vendido na versão Titan, em 2016).

Como funciona o sistema CBS ?

O novo sistema adotado para todas versões da CG 160 é o chamado CBS, do inglês, Combined Braking System, que que dizer um sistema combinado de frenagem.

Para os menos experientes, ao contrários do tradicional sistema combinado de disco e tambor, onde a força de frenagem era igual tanto para o eixo dianteiro quanto para o traseiro, neste novo mecânismo, o peso é distribuído de modo proporcional entre ambos.

Assim sendo, quando o motociclista acionar os freios, mesmo sendo somente o traseiro, o mecânismo acionado para a frenagem da motocicleta deverá ser distribuído automaticamente em cerca de 34% para o eixo dianteiro e 66% para o traseiro.

A intenção da Honda é tentar compensar um mau hábito dos motociclistas brasileiros que só querem usar o freio na traseira.

Ela alerta ainda que para uma maior segurança na hora de frear a moto, o uso do sistema de freio nas duas rodas se torna muito mais eficiente e mais seguro para o motociclista.

Nova suspensão com maior leveza e melhor dirigibilidade

Outra grande novidade para quem está pensando em adquirir um modelo novo ou trocar a sua moto usada é o novo tipo de suspensão utilizado nas novas CG 160 a partir de 2018.

Pelo atual sistema utilizado, as chamadas ‘ bengalas’, tanto na dianteira quanto na traseira, são utilizadas tanto para o amortecimento quanto para o sistema hidráulico.

No novo sistema adotado, o chamado SFF (Separated Function Fork), as funções são separadas. Uma delas é utilizada somente para amortecer o impacto, enquanto a outra é usada para abrigar a primeira. Deste modo, há um reforço na função de proteção e uma maior leveza para dirigir o novo modelo e melhorar tanto a estabilidade quanto a segurança do condutor.

Outra novidade é o novo painel de utilização da nova CG 160

Os novos modelos 2018 deverão chegar nas lojas brasileiras com um novo painel, mais moderno e todo digital e no melhor estilo Blackout. Mas isto somente para as versões Fan e Titan. A Start continua com o modelo de contagiros tradicional.

Apesar das mudanças, a Honda optou por manter o mesmo motor do tipo monocilíndrico e cabeçote OHC, com quatro tempos e com arrefecimento a ar e com injeção eletrônica. Ele pode ser movido tanto a etanol quanto a gasolina e possui uma rotação de 8.000 rpm.

Portanto, quem pensa em adquirir a sua nova CG160, ela vem com boas novidades, principalmente para quem está muito preocupado tanto com a segurança como com a economia de consumo, dois itens bastante valorizados pela Honda.

Liana Gifoni





CONTINUE NAVEGANDO: