Veículo conta com motor inédito e tecnologia flex

A montadora nipônica Honda, anunciou no último dia 5 de maio a sua maior aposta para o ano de 2016 no Brasil, a XRE 190. O novo modelo possui freios ABS de série e deve chegará ao mercado pelo preço R$ 13.300.

Seguindo os traços da irmã de cilindrada maior, a XRE 300, a nova motocicleta da Honda surpreendeu o mercado brasileiro. Segundo a empresa, a XRE 190 é ideal para os motociclistas que desejam bom desempenho por preço inferior a XRE 300.

O modelo basicamente urbano adota o prestígio do modelo de média cilindrada, a XRE 300, e segue o mesmo design. A carenagem frontal é fixa no chassi formando uma única peça presa ao tanque.

Ainda conta com para-lama curto, carenagens com linhas angulares, escape alto, pneus de uso misto, suspensão para enfrentar dificuldades diárias com um garfo telescópico na frente, de 160 mm de curso, e braço simples atrás, com 150 mm curso.

O painel digital em LCD fornece velocímetro, conta-giros, nível de combustível. A armazenagem de combustível conta com a capacidade de 13,5 litros em um tanque com tanque estilo aviador.

A nova XRE 190 pesa 127 kg a seco, que combinado ao guidão alto promete conforto em seu uso diário.

A motocicleta possui roda de 19 polegadas dianteira e de 17 polegadas na traseira, que proporciona maior aderência ao solo. Já o assento mede 83,6 cm e é ideal para pilotos de estatura média ou alta.

Quanto à frenagem, o modelo possui freio a disco nas duas rodas e sistema ABS de fábrica. O disco dianteiro possui 240 mm, enquanto o traseiro possui 220 mm.

O motor é totalmente inédito. Trata-se de um novo monocilídrinco – com tecnologia Flex – arrefecido a ar e com injeção eletrônica, capaz de fornecer ao piloto até 16,4 cv a 8.500 RPM e 1,66 mkgf a 6.000 giros com etanol como combustível.

A caixa de marchas oferece 5 velocidades e transmissão final por corrente. Além disso, o modelo utiliza partida elétrica, ao invés de partida a pedal.

Com 3 anos de garantia, a XRE 190 chega em breve ás concessionárias brasileiras com preço sugerido (base São Paulo sem frete) de R$13.300 nas cores vermelho, preto e verde.

Por Wendel George Peripato


Modelo chega às concessionárias para ocupar o espaço entre a NXR 160 e XRE 300. Moto custa cerca de R$ 13 mil.

A fim de ocupar o espaço deixado entre a NXR 160 Bros e a XRE 300, a grande e renomada fabricante de motocicletas Honda fez o lançamento, no Brasil, nesta última sexta-feira, dia 06 de maio de 2016, da sua mais nova aposta que é a XRE 190. Esta motocicleta trail de pequeno porte só irá chegar às concessionárias da marca na última quinzena do mês de maio e com apenas uma versão, a qual disponibilizará aos consumidores freios ABS com tecnologia anti-travamento (somente na roda dianteira), item este que já virá de fábrica. O preço dessa motocicleta chegará ao mercado fixado em R$ 13.300, sendo que ela será disponibilizada apenas em três cores perolizadas, sendo estas: preto, verde e vermelho.

Dentre os destaques dessa nova motocicleta da Honda é o seu design, haja vista que o modelo de um modo mais popular aparenta ser uma junção da XRE 300 com a Bros. Com relação aos detalhes, a Honda XRE 190 possui para-lamas mais curto, formas agressivas nas carenagens, conjunto óptico com a presença de lâmpadas mais econômicas e potentes, escapamento com elevação, lanterna de trás e piscas independentes, suporte de placa em uma posição mais alta e alças confeccionadas em alumínio, as quais integram o bagageiro de nylon.

O painel da motocicleta ficou muito bonito devido ao fato de ser integralmente digital e ficou bastante funcional, uma vez que mostra informações completas, tais como tacômetro, marcador de combustível, hodômetro parcial e total, bem como indicações de todo o funcionamento dos demais itens da motocicleta.

O propulsor utilizado neste novo modelo da Honda foi o monocilíndrico de 184,4 cm³, com funcionamento em quatro tempos e duas válvulas, a refrigeração deste motor é feita a ar, sendo que ele já vem com a tecnologia FlexOne bicombustível.

Este propulsor a 8.500 rpm possui a capacidade de gerar uma potência máxima de 16,4 cavalos quando abastecido com etanol e de 16,3 cavalos quando abastecido com gasolina.A moto é capaz de entregar um torque de 1,66 kgfm e 1,65 kgfm, respectivamente. Este motor trabalha em conjunto com um câmbio de cinco velocidades. Para facilitar a vida dos proprietários a motocicleta possui partida elétrica, já a transmissão final é realizada por meio de corrente.

Por Adriano Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: