Novo modelo estará disponível em duas cores: Preta com valor estimado em R$ 91.990 e Cinza e/ou vermelha com o valor estimado em R$ 94.990.

A marca Indian com suas linhas disponíveis no Brasil há um ano acaba de lançar para o mercado brasileiro sua mais nova produção, a Indian Springfield, concorrente direta com a Harley-Davidson Road King.

O modelo estará disponível em duas cores: Preta com valor estimado em R$ 91.990 e Cinza e/ou vermelha com o valor estimado em R$ 94.990.

A base da moto já é conhecida, assim como o potente motor V2 de 1.811 cc, porém para a nova versão houve pequenas mudanças e investimentos como versão mais leve por não apresentar mais as carenagens dianteiras, maletas laterais, farol em formato de "bolha" dianteira removíveis, partida sem chave e trava por controle remoto.

O visual clássica da Springfield traz com ela vários elementos tecnológicos, freios ABS, acelerador eletrônico, indicador de pressão nos pneus no painel, bancos com desenhos exclusivos, para-brisas e guidões menores, plataforma para garupa e protetores laterais na frente e atrás. Você ainda poderá incluir um sistema de áudio premium para curtir as músicas de sua preferência enquanto desfila com sua potente e clássica motocicleta pela cidade.

Dimensões: 2,58m de comprimento / 1,44m de altura / 99cm de largura / 1,70m entre os eixos / Altura do assento 66cm.

Este modelo assim como todos os outros da marca está sendo montado e produzido na cidade de Manaus e estará disponível em todas as lojas existente no Brasil, são elas: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Florianópolis e a mais recente inaugurada em Goiânia.

E o nome já é conhecido de algum lugar, certo?

Sim, o nome da moto é uma homenagem a cidade Springfield, em Massachusetts, cidade natal da marca que é a mais antiga fabricante de motocicletas dos Estados Unidos da América. Em 1901 George Hendee trouxe Oscar Hedstrom para juntos impulsionarem os projetos de bicicletas, mas nem imaginavam que após 115 anos a Indian se tornaria um legado e estaria no ranking durante todo o século XX.

Seus modelos mais conhecidos são a Scout que ficou popularmente conhecida até então, como a Indian mais rápida do mundo e a Chief (Clássica ou Vintage).

Por Bruna Tabara dos Santos

Indian Springfield


Modelos Scout, Roadmaster, Chief Classic, Chief Vintage e Chieftain serão fabricados e vendidos no Brasil.

A fabricante americana Indian Motorcycles tem sua estreia marcada no Brasil para outubro deste ano, no Salão Duas Rodas, que acontece em São Paulo. Desde o ano passado há especulações sobre a venda dos modelos da marca no mercado nacional. Mas agora há bem mais que especulações, pois a marca confirmou o acordo para a montagem de 5 de seus modelos, a partir de kits CKD, em Manaus (AM). A montagem será feita na planta da Dafra, onde já acontecem montagens de BMW, Ducati, MV Augusta e KTM. Além disso, a marca planeja abrir concessionárias no Brasil, nas principais regiões.

A Indian é uma fabricante centenária  e é concorrente direta da Harley-Davidson no segmento custom,  tendo inclusive, já conquistado uma fatia do mercado da Harley, devido ao forte investimento do Grupo Polaris, que comprou a Indina em 2011, para conseguir trazer de volta, reconquistar fãs antigos e envolver os novos, mostrando que a Indian é uma empresa tão sólida quanto a Harley.

A linha de motocicletas Indian conta com 5 modelos, a Scout, seu mais recente modelo, a Roadmaster, Chief Classic, Chief Vintage e Chieftain. Segundo Rodrigo Lourenço, diretor executivo da Polaris na América do Sul, a família Chief vem buscar a fatia de consumidores que atualmente são da Harley. E segundo Lourenço, a empresa acredita que a Scout vai trazer um público novo.

Estima-se que no último trimestre de 2015, as primeiras concessionárias já sejam abertas, com continuidade em 2016, quando acontecerão inaugurações nas maiores praças. A Indian não terá o mesmo número de lojas da Harley, que são 19, mas há grandes expectativas com relação ao Brasil, mesmo com a atual recessão.

Essa notícia agrada em cheio os amantes de motocicletas, uma vez que a tradicionalíssima Indian tem os mais lindos modelos de duas rodas – quem conhece sabe, quem não conhece, procure conhecê-las. E aguarda-se o início dos trabalhos, que, além de ótimo para a economia, irá gerar empregos.

Por Elia Macedo

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: