Modelo já pode ser encomendado por R$ 164 mil.

A moto esportiva Kawasaki Ninja H2 Carbon já chegou ao País e os interessados já podem encomendar o seu modelo por R$ 164 mil. Apresentada no Salão de Colônia, que está localizado na Alemanha, no ano passado, a marca japonesa utiliza como base a linha H2, que tem o preço estimado em cerca de R$ 152 mil. Entre as principais novidades destacam-se a presença da fibra de carbono na parte superior, o chassi verde e a pintura prata, que realça o modelo esportivo. Além disso, a Kawasaki Ninja conta com o emblema histórico da marca, que está localizado na parte da frente, que é conhecido como “river mark”.

A mecânica se manteve, ou seja, continua sendo o motor de 998 cc, que utiliza compressor e pode chegar a 200 cavalos de potência, mas podendo alcançar até 210 cavalos com o sistema raim ar. Outra novidade é que a moto esportiva ganhou um sistema eletrônico que conta com 06 modos de comportamento e, assim, permite que tenham alterações no funcionamento do controle de tração e também dos freios ABS. Entretanto, serão produzidas apenas 120 unidades da nova Kawasaki Ninja H2 Carbon.

Outra novidade apresentada pela marca foi o novo modelo da versão Ninja 650, que conta com um design inovador e irreverente. A versão tem motor de 69 cavalo de potência, representando 6,8% mais economia que o último modelo, de acordo com a marca. Além disso, a moto está cerca de 19 kg mais leve. Entre outros destaques, a moto conta com o chassi que é feito em treliça e a balança em alumínio.

A Kawasaki apresentou na Intermot, realizada em 2016, o modelo Ninja ZX-10 RR, que é considerado a edição especial do modelo esportivo ZX-10R. A nova versão acompanha um kit de corrida, que é ideal para os amantes de velocidade, e torna a moto mais leve e segura para o piloto. Além disso, o modelo esportivo conta com rodas de alumínio (que têm 07 polegadas e são calçadas com pneus Pirelli), além de novos ajustes que foram feitos na suspensão, na tração e nos freios. As vendas estão previstas para serem iniciadas em fevereiro deste ano, porém, apenas 1000 unidades serão produzidas pela marca japonesa.

Por Babi


Ducati 899 PanigaleO Salão de Frankfurt, na Alemanha, foi o palco para a mostra de diversos modelos. Um deles foi a Ducati 899 Panigale. Um modelo robusto que possui o nome semelhante ao da 1199 Panigale, contudo com algumas diferenças. A primeira delas diz respeito à potência menor, que ainda não havia sido explorada pela marca italiana.

A 899 Panigale possui um motor de dois cilindros, de 899 cilindradas que gera até 150 cavalos de potência, além do torque de 10,1 kgfm. O modelo apresentado no Salão de Frankfurt surpreendeu muita gente, sobretudo pela estrutura da moto, que pode marcar a entrada da Ducati no segmento de motos superesportivas.

O modelo apresenta um peso de 169 quilos, um motor do tipo superquadro e chassi monocoque, semelhantes ao modelo 1199. A única mudança significativa em relação ao modelo de maior cilindrada fica por conta do propulsor, que na 899 é menor para acompanhar as cilindradas mais baixas. Outra mudança diz respeito à balança simples e o duplo braço, que não estão presentes na 1199.

A 899 ainda apresenta controle de tração, freios ABS, acelerador eletrônico e controle de freio motor quick-shift.

O modelo chegará às lojas da Europa em outubro e não há previsão para o lançamento no Brasil. 

Por Robson Quirino de Moraes





CONTINUE NAVEGANDO: