Parceria entre o piloto de Fórmula 1 e a montadora de motos de luxo fez surgir uma moto de grande estilo e ótimas características.

Lewis Hamiltone MV Agusta criam uma moto em parceria. Essa é uma grande ação de marketing.

A MV Agusta é uma empresa que fabrica motos de luxo. O bacana é que o modelo foi desenvolvido pelo bicampeão da Fórmula 1 em parceria com a marca. Essa novidade promete ser um dos principais destaques do Salão de Milão.

A moto foi lançada no dia 15 de agosto e já está fazendo sucesso. O visual, o design e o preço ainda não foram divulgados. A moto tem motor de 3 cilindros e 798 cc, além de 140 cavalos. A expectativa é que o produto consiga alavancar ainda mais a força da MV Agusta no mercado de duas rodas em todo o mundo. A moto, por sua vez,  foi baseada na Dragster RR

Hamilton falou sobre sua paixão também pelos veículos de duas rodas e que isso, sem sombra de dúvida, terminou por fazer com que ele tivesse essa ideia. Afinal o campeão do automobilismo também já mostrou interesse em pilotar, quem sabe, num torneio de Moto GP. É possível encontrar nas redes sociais e na internet, fotos de Hamilton com sua criação. Um detalhe interessante é que Ayrton Senna também já lançou uma moto, no caso uma do modelo Ducati.

O modelo da moto da MV Agusta em parceria com Lewis Hamilton é uma nova versão da Dragster que, naturalmente, tem tudo para agradar aos fãs em geral. O centro de desenvolvimento da MV disse que está muito feliz com esse projeto e que novos modelos ainda irão surgir daqui para frente.

A moto, como era de se esperar, será muito veloz e estilosa. Pois bem, o que podemos esperar dessa parceria? Essa é uma pergunta que teremos a resposta em breve.

O que vocês acharam dessa novidade?

Por Madson Lima de Oliveira

Moto da MV Agusta e Lewis Hamilton

Moto da MV Agusta e Lewis Hamilton

Fotos: Divulgação


Motos no estilo tricilíndrico foram apresentadas no Salão Duas Rodas 2015.

MV Agusta revelou as motos Turismo Veloce, Stradale e Dragster no Salão Duas Rodas 2015. O fato é que a empresa está em uma nova fase e, com isso, espera aumentar ainda mais suas vendas, além de conquistar clientes ainda mais fiéis ao poder da Marca.

Em nossa matéria, no entanto, o leitor poderá ficar por dentro de mais informações sobre as três motos lançadas no maior evento de motos da América Latina, que ocorreu em São Paulo.

No evento, a MV Augusta lançou três motos no estilo tricilíndrico. Os modelos ainda continuarão sendo criados na fábrica Dafra, de Manaus. O CEO da empresa em nosso país, Vladimir Zaitseff, revelou que a MV está numa fase de mudanças e transições no mercado, algo bastante positivo para o mercado de motos no Brasil.

A Turismo Veloce é a primeira Sport-touring fabricada pelo grupo. Trata-se de um modelo de alta performance e tecnologia e que ainda tem a vantagem de ter sido inspirada na Porsche Panamera. É um veículo arrojado e com um design diferente e moderno que promete agradar.

A Stradale possui um motor de 115 cv e  é uma crossover confortável, isto é, uma mistura de motard Rivale com touring. Além disso, e da beleza evidente, a moto teve seus bancos rebaixados, o que a deixou ainda mais radical e moderna. Sua proposta é bem interessante.

A Dragster também conta com o mesmo motor de todas, mas, claro, com uma configuração única. É uma moto de modelo radical e turbinada, sem contar que possui as seguintes características: design impactante, rabeta curta e pneu traseiro largo.

Com essas novidades, e com uma nova pegada em termos de mercado, a MV Agusta espera se consolidar ainda mais com suas motos. 

Por Madson Lima de Oliveira

MV Agusta Turismo Veloce

MV Agusta Stradale

MV Agusta Dragster

Fotos: Divulgação


Após a tão aguardadaBrutale 800 ter chegado ao Brasil, enfim, e mais esperado que a primeira, chega o segundo modelo do seguimento de 800 cc da famosa italiana MV Agusta. Estamos tratando aqui de uma moto primorosa, a F3 800.

A moto que “chegou” recentemente traz um motor de 3 cilindros em linha. São 798 cm³ capaz de gerar 148 cavalos de potência. De acordo com as informações divulgadas a previsão é de que motocicleta já esteja sendo colocada a venda na segunda semana do mês de agosto nas concessionárias. Quanto ao preço a informação é de que será vendida inicialmente por R$ 56 mil.

A F3 tem seus pontos interessantes que a levaram a ser aguardada por muitos fãs. Em primeiro lugar digamos que ela se trata de um modelo mais “manso” do que a F4 e por outro lado é mais excitante do que a F3 675 – esta ainda não é comercializada no Brasil. Por isso, e por alguns outros pontos , a F3 800 se torna uma moto de categoria intermediária que tem a intenção de proporcionar a emoção de uma megaesportividade de 1000 cm³ e isso com a tranquilidade e facilidade de se pilotar uma moto de 600 cm³.

Vejamos os detalhes técnicos:

A F3 chega com um pacote que pode sim ser chamado de avançado no que diz respeito à parte eletrônica. Claro, que tudo alinhado com um motor de 800 cm³ capaz de 148 cv a 13 mil rpm e com um torque de 8,9 kgfm que são lançados a 10.600 giros.

Visando beneficiar de maneira eficiente o alto desempenho vale destacar um detalhe: um duplo cabeçote que possui quatro válvulas em titânio e que ainda conta com novos injetores de combustível.

Outro detalhe que também é um diferencial do bloco de motor é o virabrequim contra-rotativo. Para quem não sabe o que isso quer dizer que tem como objetivo diminuir o efeito de inércia rotacional que ocorre durante as mudanças de direção rápidas. De acordo com a própria montadora também tem como função melhorar o equilíbrio da motocicleta.

A F3 pesa ao todo 173 kg, e acaba oferecendo uma relação entre peso e potência 1,17 kg/cv. Esse simples aspecto coloca a moto na linha de briga direta com motos superesportivas e de maior cilindrada. De acordo com a fabricante a moto tem capacidade de atingir uma velocidade máxima de 269 km/h

Por Denisson Soares

MV Agusta F3 800

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: