Modelo será o mais barato da montadora e chegará às concessionárias por R$ 8.250.

Toda estreia de um novo veículo, sobretudo oriundo de uma grande marca, torna-se um evento ímpar. Recentemente, em território nacional, mais um modelo de motocicleta foi oficialmente lançado.

Trata-se da eficiente Honda Elite 125, cuja estreia comercial no Brasil estará em torno do valor de 8.250 mil, consistindo este veículo no modelo scooter mais acessível, em termos de custo, produzido pela companhia.

A moto vai aterrissar nas concessionárias neste mesmo mês de dezembro, munida de freios tipo CBS da própria série. Competindo em uma escala abaixo do modelo PCX 150, ela está destinada a disputar espaço com o novo da Yamaha, o Neo 125.

Assim, a companhia Honda fez revelar na última quarta-feira, dia 5 de dezembro de 2018, o valor oficial do novo modelo scooter para o Brasil, sendo esta a versão intitulada Elite 125, que estará disponível, como foi citado, pelo valor de 8.250, numa única versão, munida dos já citados freios combinados, em CBS da série.

Sua estreia se dará em nossas concessionárias neste mesmo mês de dezembro, que colocará em destaque o Elite 125, dado que as concessionárias da Honda são ótimas estrategistas em vendas, aqui no Brasil.

Em realidade, o modelo Elite está dentro de uma linha de nove lançamentos anunciados pelo marketing da montadora japonesa, destinados ao Brasil, cuja divulgação se dará entre o final de 2018 e o início de 2019.

Uma pequena relação dos atributos da moto segue abaixo:

Está aparelhada com um motor de um cilindro e 124,9 CC; são 9,34 CV em potência e mais 1,05 KGFM em torque; munido do câmbio automático CVT; possui um tanque com capacidade de 6,4 litros; munida de luzes de LED; a sua altura de assento é de 772 mm; equipada com freios de tipo CBS; possui um painel digital; está disponível em quatro alternativas de cor: em vermelho, em azul, em branco e em preto; além de possuir mais espaço destinado às bagagens sob o assento.

Embora exista um pequena crise assolando o segmento, a estreia do modelo Elite 125 deixa claro que esta linha mantém sua força e poderá intensificar-se nos próximos anos.

Desde que pré-estreou no mês de outubro deste mesmo ano, o modelo Elite de fato fez manter certo mistério no ar, como por exemplo, nos atributos de seu motor. Nesta versão, e por meio de seus engenheiros, a montadora fez revelar que o veículo está aparelhado de um motor inédito, com um cilindro e 124,9 CC de potência, que o torna capaz de entregar um desempenho máximo de 9,34 cavalos em 7.500 RPM, articulando-se dentro de uma força de torque em 1,05 KGFM em 6.000 RPM.

Em sua parte dianteira, o modelo Elite 125 está equipado de um garfo telescópico estruturado em curso de 90 mm, inteiramente conectado à sua roda de 12 polegadas, que utiliza o pneu na medida de 90 por 90-12. Na parte traseira, está equipada com o chamado sistema tipo monoamortecedor, que opera em regulagem para a carga da mola; possui curso de 70 mm e está munido, também, de pneu com medida de 100 por 90-10.

Em termos de dimensões, ele possui rodas muito similares ao Lead, cujo tamanho chega à escala de 12 polegadas, em sua dianteira, e a outra chega a 10 polegadas, em sua parte traseira. Apesar das medidas indicadas, esses são considerados raios pequenos, deixando claro que se trata de um modelo próprio para o meio urbano. O modelo PCX, por sua vez, está munido de rodas que medem 14 polegadas de raio, em ambos os seus eixos.

Esta pode ser uma motocicleta surpreendente, apesar de sua estrutura clássica. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos


Modelo tem design atraente e inovador, conseguindo chamar a atenção por onde passa. É ideal para quem precisa de praticidade no dia a dia e mesmo assim não quer abrir mão da modernidade.

A Scooter Honda PCX 150 é um dos modelos mais modernos e confortáveis dentro de sua categoria. Com design atraente e inovador, ela consegue chamar a atenção por onde passa. Ela é ideal para quem precisa de praticidade no dia a dia e mesmo assim não quer abrir mão da modernidade. Por reunir todas essas características essa moto é uma grande preocupação para sua concorrência. Então vamos conhecer outros pontos importantes da Honda PCX 150.

Honda PCX 150 tem muita potência

A maioria das pessoas que pensa em um modelo de Scooter, não associa que ela possui muita potência. E a Honda PCX 150 vai acabar com esse tipo de impressão. Ela possui motorização monocilíndrica que é a responsável por tornar essa moto potente. O motor também possui OHC com arrefecimento a líquidos a 4 tempos. A potência máxima do motor é de 13,1 cv e seu torque máximo é de 1,36 kgfm e o rpm é de 8.500. Além disso, a Honda PCX 150 tem partida elétrica e injeção eletrônica.

Medidas da Honda PCX 150

A Honda PCX 150 tem medidas ideais para uma viagem bem confortável. Ela tem tamanho padrão e isso é visto como positivo para alguns usuários, veja abaixo essas informações:

– Comprimento: 1931 mm

– Largura: 737 mm

– Altura: 1103mm

– Peso: 125 KG

– Distância entre eixos: 1315 mm

Com essas medidas a Honda PCX 150 se torna uma moto mais atraente e confortável. Deixando seus usuários mais satisfeitos.

Moto com muita modernidade

Outro detalhe bem interessante dessa moto é a sua modernidade. Pois ela possui muitas funções modernas e que ajuda tanto na hora de dirigir quanto na decisão de compra da mesma. Entre os itens modernos estão:

– Painel com relógio que além de dar mais destaque nessa parte, facilita a vida do usuário dessa moto;

– Tomada 12V;

– Iluminação de LED que deixa moto mais iluminada e ajuda a realçar ainda mais a sua beleza;

– Sistema IDLING STOP.

Itens de série da Honda PCX 150

Esse modelo não possui itens novos, porém, eles continuam sendo importantes para quem adquirir essa moto. E alguns desses itens são: Função Star&Stop que faz com que o motor desligue automaticamente, sistema de freio CBS e iluminação de LED na lanterna e nos faróis. Esses detalhes ajudam a deixar a moto mais moderna e segura, que é justamente o que a maioria dos consumidores procura na hora de comprar sua moto nova.

Preço da Honda PCX 150

Nova Honda PCX 150 possui duas versões que foram criadas para agradar a diversos tipos de usuários. A versão PCX 150 DLX tem o valor de R$10.300 já a versão PCX 150 Standart tem valor de R$10.800. Esse é um valor dentro da média e já esperado pela maioria dos usuários que já conhecem a marca “Honda”.

Cores disponíveis

As cores disponíveis dessa Scooter são: Marrom perolizado na versão DLX e Azul escuro e prata fosco na versão STF. Essas opções de cores são interessantes, pois agradam ambos os sexos, e isso tornam as vendas mais fáceis. Aliás, essa moto é unissex e, por isso, ela vai ter muita procura de modo geral.

Moto inovadora que torna o dia a dia mais fácil

A Honda PCX 150 tem ótimas características, e isso faz com que muitos consumidores se interessem por ela. Pois ela reúne muitas funções essenciais para torna o dia a dia mais prático. Com motor potente, designe moderno e atrativo, modernidade, segurança e bom preço, fica muito fácil optar por comprar esse modelo.

A Honda é uma marca consolidada e responsável por fazer diversos lançamentos de alta qualidade. Esse é o caso da Honda PCX 150!

Por Cristiane Amaral!

Honda PCX 150 2019

Honda PCX 150 2019


Concorrente da NMax aposta na tecnologia e bom consumo para conquistar o mercado.

Para os fãs da Honda e que curtem motos econômicas, o novo scooter SH 150i é a nova aposta da fabricante.

O que está chamando a atenção desse novo veículo de duas rodas é a tecnologia que está embarcada, o visual diferenciado e o preço competitivo.

Scooters Compactos: a tendência de mercado

Um segmento que está em constante crescimento são dos novos scooters compactos e o SH150i faz parte deste nicho, com boas expectativas de muitas vendas.

Esta moto possui um estilo clássico e com um bom conjunto de equipamentos. Seu preço estipulado é de R$ 12.450, uma diferença um pouco acima da principal concorrente, o Yamaha NMAX 160, com valor de R$ 11.690.

Principais destaques

A ergonomia é um dos destaques desta nova aposta da Honda. Uma das características dos scooters é como o piloto se posiciona na moto e o SH 150i oferece a possibilidade de manter o condutor sentado com postura ereta, os pés corretamente posicionados em seu assoalho plano.

Outro destaque interessante é a chave inteligente. Sua chave possui um sensor presencial que identifica a proximidade máxima de dois metros da moto, liberando também a tampa de combustível e as suas travas do assento.

Motor potente e econômico

Dotado com motor monocilíndrico com potência de 150 cc e duas válvulas em seu cabeçote, a mesma base do PCX 150, com injeção eletrônica.

A agilidade nas acelerações e retomadas com as atualizações em seu motor, as rodas de 16 polegadas e sua leveza de aproximadamente 129 Kg, tornam a condução mais rápidas e precisas. Um veículo altamente indicado para ser usado na cidade.

O consumo nas cidades pode chegar a 40 Km por litro e também com uma novidade com o desligamento automático do propulsor nas paradas, principalmente nos semáforos. Segundo a Honda, a novidade será capaz de obter uma redução no consumo de combustível em até 10%.

Segurança

A segurança fica por conta dos seus freios a disco nas duas rodas. Os freios são assistidos pelo sistema ABS, após alguns testes, o scooter teve uma estabilidade muito boa, mantendo o alinhamento sem o travamento das rodas.

A mobilidade e eficiência dos scooters atrai a visibilidade dos motoristas de veículos tradicionais (carros) por motocicletas e a união de todos seus benefícios se torna uma opção a ser pensada.

Vamos esperar pelas vendas desta nova aposta da Honda e se realmente vai agradar seu público e novos consumidores.

Marcio Ferraz


Veja aqui o preço e as principais vantagens e desvantagens da scooter.

Já é notável que os scooteres têm conquistado o gosto e a confiança dos brasileiros, pois a cada dia aumenta mais o número desse tipo de motocicleta de menos cilindradas nas ruas. Embora tenha demorado um pouco mais em relação às outras marcas, a Honda já colocou à venda o seu modelo SH 300I, que já está impressionando muita gente, seja pela potência de seu motor, pelo seu atraente visual ou pelo refinado acabamento. Talvez, a única característica deste scooter que pode não agradar muito é o seu valor, estimado em R$ 23.590.00.

Deixando a questão do preço de lado, a scooter da Honda possui inúmeras características que a torna alvo de desejo de muitas pessoas. Entre todas as suas qualidades a motocicleta oferece muito conforto, pois coloca o piloto em uma boa posição, além de trazer muita tecnologia que trabalha a favor de seu desempenho. Um exemplo de tecnologia aplicada está na chave que necessariamente não precisa estar no contato da ignição, pois ela apresenta um sensor que capta a sua frequência até mesmo dentro do bolso, graças ao sistema Smart Key.

Debaixo de seu assento se encontra um tanque com capacidade de até 9,1 litros de combustível, além de espaço para capacete de modelo menor.

Com rodas em aro 16”, os freios possuem ABS, que somados a uma boa suspensão oferecem mais segurança. Seu motor de 300cm3 oferece uma excelente performance para uma scooter, até mesmo em trechos mais sinuosos e em ruas mais esburacadas, como também em estradas, fazendo até 30 km por litro de combustível.

É uma motocicleta boa de arranque, até mesmo quando o piloto possui peso mais elevado. Com 24,9 cv que geram uma rpm de 7.500, sua capacidade de torque é de 2,59 kgfm com 5.000 rpm.

Enfim, a Honda SH300I é uma excelente opção para quem gosta de pilotar este tipo de motocicleta, que reúne características muito relevantes em relação ao seu desempenho. Com certeza ela chega para fazer a diferença entre as demais de seu segmento que estão no mercado. Entre as motos de baixa cilindrada ela é a que mais se destaca em todos os quesitos. Em relação ao preço, quando comparada a sua concorrente Dafra, a diferença não é assim tão grande.

Sirlene Montes


Confira as novidades e o preço da nova Honda PCX 2017.

Atualmente, no Brasil, as motocicletas de pequeno porte tal como as famosas scooters tem feito bastante sucesso entre os consumidores, os principais fatos que estão fazendo com que os consumidores deem preferência para este tipo de motocicleta é o fato do baixo consumo de combustível, espaço interno para carregar pequenas bagagens, bem como o desing inovador que os novos modelos estão trazendo ao mercado. É nesse contexto que a grande e renomada fabricante de motocicletas Honda lançou a linha 2017 do PCX, o scooter mais vendido do país.

A grande novidade trazida por esta linha 2017 do PCX é a disponibilidade de opções de cores inéditas, sendo que nessa nova versão a fabricante disponibilizará aos consumidores o scooter nas cores prata fosco e cinza metálico como novidades. Outra opção é modelo DLX, o qual traz como novidades a cor marrom perolizado em uma combinação de dois tipos de tons distintos e um adesivo na parte dianteira da sua carenagem que faz alusão à versão.

Em termos de valores, o scooter Honda PCX chega ao Brasil custando o valor de R$ 10.300, enquanto a versão DLX custa R$ 10.800.

Vale ressaltar que o modelo PCX possui a produção nacional, sendo que a grande aposta da fabricante para atrair ainda mais os consumidores é ofertar três anos de garantia, período dentro do qual estão inclusas sete trocas de óleo gratuitas. Além de todos estes atrativos, o veículo chega ao mercado nessa nova versão equipado com o sistema denominado “Idling Stop”, o qual faz o desligamento de forma automática do motor proporcionando uma maior economia de combustível.

No pacote de itens de série dos modelos estão inclusos porta objetos dotado de tomada 12 volts, espaço destinado a guarda de volumes sob o banco com capacidade total de 25 litros, bem como conjunto óptico equipado com lâmpadas de LED.

Já com relação ao conjunto mecânico, a scooter continua com o motor monocilíndrico OHC de 4 tempos e 149,3 cm², o sistema de injeção é eletrônico e o arrefecimento é a líquido. A potência máxima produzida por este propulsor é de 13,1 cavalos a 8.500 rpm e o torque máximo produzido é de 1,36 kgfm a 5.000 rpm. A transmissão dessa scooter é automático do modelo CVT, o qual trabalha em conjunto com o sistema de freios CBS.

Por Adriano Oliveira


Dafra Fiddle III posta no estilo Retrô para conquistar o mercado brasileiro.

Que tal ter uma scooter. Melhor ainda, que tal ter uma scooter estilo retrô. É apostando nesse aspecto que a Dafra traz ao mercado a sua mais nova motocicleta, a Dafra Fiddle III.

Primeiramente, abordando o aspecto físico da motinha, é de se perceber que agrada em suas curvas e design. O seu estilo retrô dá um charme peculiar a scooter da Dafra. O farol meio arredondando, juntamente com os retrovisores cromados, trazem um ar de antiguidade misturado com a modernidade. Ainda, a motocicleta pode ser encontrada em duas combinações de cores: branco e vermelho e preto e dourado.

Segundo informações, a Dafra Fiddle III, no começo de julho, já deve estar no mercado para venda. A princípio ela seria lançada em fevereiro, contudo, o projeto sofreu com um atraso e não pode ser implementado na fabricação da scooter.

Entre alguns acessórios que podem ser encontrados na Dafra Fiddle III estão as rodas de 12 polegadas, tela de LCD e, ainda, uma entrada USB. A gama complementos e o design da Dafra Fiddle III combinam com o preço sugerido pela Dafra de R$ 11.390,00.

De maneira geral, a Dafra Fiddle III chega ao mercado para ser o modelo de entrada da Dafra, haja vista a marca já possui as scooters Cityclass 200i, a Citycom 300i e a Maxsym 400i.

No que diz respeito ao motor, fator primordial em uma boa motocicleta, a Dafra Fiddle III conta com um propulsor de 10,3 cavalos de um cilindro e que pode proporcionar à motocicleta uma quantidade de 124,6 cilindradas. O câmbio é composto pelo sistema CVT.

A Dafra Fiddle III conta, ainda, com um local entre o banco e a carenagem da motocicleta, em que é possível guardar objetos, principalmente, um capacete, a fim de evitar que o condutor tenha aquela sensação horrível de carregar o instrumento protetor da cabeça para cima e para baixo.

Do que se avaliou da Dafra Fiddle III foi possível perceber que ela pode ser uma excelente alternativa para os deslocamentos diários do usuário. Com seu estilo retrô, tende a conquistar os apaixonados por veículos que primam um design mais antigo, mas que esteja alinhado com acessórios da atualidade e proporcionem conforto e segurança.

RAQUEL ALICE MOREIRA


Após algum tempo sem lançar nada no Brasil, a Yamaha voltou a investir no país e lança o modelo NMax 160.

Nos últimos anos a venda de scooter cresceu cerca de 801% no Brasil, segundo dados da Associação dos fabricantes de moto (Abraciclo). Econômica, leve e com um belo design, essa categoria garante a agilidade no transito, além do conforto e da praticidade oferecida. Com o tempo essa modalidade vai ficando mais atraente tanto no design quanto nas cores. Além da paixão brasileira por duas rodas, o conforto, a proteção aerodinâmica, espaços pra levar objeto debaixo do banco, tem feito com que cada vez mais as pessoas trocarem seus carros e transporte público pelos Scooter.

Agora a Yamaha volta a atuar no segmento dos Scooter compactos, e renova sua linha no Brasil. Desde o modelo Neo 115, que deixou de ser produzido a Yamaha não lançava nada na linha no país. Voltou agora com o modelo moderno NMax 160, esperando atingir 20% da fatia de consumidores de Scooters no país, que mesmo apesar da crise não para de crescer.

NMax é o primeiro Scooter 160 lançado no Brasil, abrindo boas vantagens em relação aos modelos já existentes aqui em questões de rendimento.  15,1 cv de potência. 1,47 kgfm de torque. O motor da Yamaha tem consumo em baixos giros e a desempenho acima das quatro mil rpm, trazendo um comando variável. Tem sistema ABS de série, freios a disco na frente e atrás.

O NMax vem com preço de R$ 11.390 em versão única. Nas cores vermelha branca e cinza. Saindo assim em grande vantagem em relação custo-benefício. Só devemos ficar atentos aos preços repassados pelas concessionárias. Em alguns estados só encontram-se o NMax por no mínimo R$ 12.000.

De olho na concorrência o NMax faz uma mescla de LEDS e lâmpadas comuns, o farol principal e a luz de freio são de diodos de luz, as setas e lanterna com lâmpadas de filamento. O espaço sob o banco cabe um capacete e mais alguma coisa. O banco trava quando está aberto, não precisando apoiá-lo nas costas enquanto guarda seus objetos.

NMax possui pneus largos lembrando ao TMax 530, lembrando um modelo esportivo. O aspecto do Scooter é bem legal, com um acabamento refinado com uma cobertura plástica sobre o guidão.  Painel digital, com ótima visualização. Com maior potência o NMax sai na frente no semáforo e nas retomadas é mais rápido que o concorrente. Com os freios ABS mesmo freando no molhado o Scooter para com segurança. Para quem procura praticidade estilo e economia o NMax é uma excelente escolha.

Por Dany Bueno

Yamaha NMax 160

Yamaha NMax 160

Fotos: Divulgação


Novo scooter está à venda com preço sugerido de R$ 9.390

Após dois anos, a fabricante Dafra iniciou as vendas do modelo Cityclass 200i. O modelo possui visual moderno e arrojado, sistemas de freios combinados, assoalho plano e outras tecnologias. O modelo possui design baseado no Garelli XO 200. Para ser comercializado no Brasil, o scooter recebeu aproximadamente 150 modificações.

O modelo possui motor de um cilindro, que gera 13,8 cv de potência máxima a um torque máximo de 1,41kgfm. O modelo conta com câmbio CVT, o que torna a pilotagem suave além de reduzir o consumo de gasolina que fica armazenado em um inédito tanque de 6 litros sob o assento.

A motocicleta acelera 0 a 80 km/h em apenas 10 segundos, sendo sua velocidade máxima de 105 km/h. O que garante ao motorista maior desempenho quando estiver trafegando por zonas urbanas.

O modelo conta com rodas em alumínio de 16 polegadas que em conjunto com pneus Pirelli Diablo Scooter auxiliam na maior absorção de impacto e garantem também maior segurança ao motorista por possuir diâmetros maiores que os padrões.

Sob o assento, o novo scooter da Dafra conta com um espaço capaz de levar um capacete e, ainda há um porta-objetos.

Entrando no mundo da tecnologia atual, a Dafra inova e oferece uma entrada USB sob o painel que dá ao motociclista a autonomia de carregar um celular, um dispositivo de músicas, entre outros. O dispositivo é bem completo, compartilhando de elementos digitais e analógicos que traz diversas informações como marcador de combustível, conta-giros, relógio, hodômetros total e parcial e alerta de manutenção.

Em quesito de segurança a Dafra CityClass 200i não decepciona. Ela conta com freios a disco dianteiro e traseiro, e aí está a grande novidade, o modelo conta com o sistema do tipo combinado, que reparte a frenagem entre as rodas dianteira e traseira, como na linha 2015 da Honda CG 150 Titan.

Com o preço sugerido de comercialização de R$ 9.390, a Dafra Cityclass 200i se mostra um scooter adequado ao mercado. O modelo é encontrado nas concessionárias Dafras nas cores branca e preta.

Por Wendel George Peripato

Dafra Cityclass 200i

Dafra Cityclass 200i

Dafra Cityclass 200i

Fotos: Divulgação


Desenvolvido para ser um modelo global, a nova Yamaha NMax apresenta um design arrojado e esportivo, lançado para competir com o Honda PCX 150, líder de vendas na categoria. A NMax é uma nova proposta da série Max, que tem feito muito sucesso na Europa, desde o lançamento da linha em 2000.

Dentre as novidades apresentada pela NMax, podemos citar o motor de refrigeração líquida, chamado de Blue Core, com comando SOHC e válvulas variáveis. Com ambas as rodas de 13 polegadas, o sistema de frenagem recebeu a tecnologia ABS, para proporcionar maior segurança aos condutores.

Além da refrigeração líquida, outra novidade no motor são as 155cc  contra as 152,9cc de sua rival Honda PCX. O novo scooter da Yamaha tem potência máxima de 15cv a 8.000 rpm e 1,47 kgfm de torque, com peso total de 127 kg.

Outros recursos apresentados pelo modelo são: o farol fumê que, além de ser muito atraente, dá mais esportividade ao modelo; o painel digital com várias funções, dentre elas o relógio digital, o indicador de consumo médio de combustível e o medidor de óleo; a tampa de combustível é externa, o que poupa o usuário do desconforto de ter que abrir e levantar o banco toda vez que for abastecer e o bagageiro sob o banco com tamanho e formato generoso, capaz de acomodar um capacete convencional sem dificuldades, proporcional o máximo de conforto aos usuários.

O modelo foi criado e lançado na Indonésia e a expectativa é de que sejam vendidas 12 mil unidades no país este ano. O valor de referência é de 27.400.000 rúpias, que equivale a aproximadamente R$ 5.700,00. O modelo será lançado primeiramente nos países Asiáticos, mas a intenção que alcançar o mercado global. Até o momento, a Yamaha do Brasil não se manifestou sobre a possibilidade da vinda do novo scooter para o mercado brasileiro.

Por Allan Carlos Marques

Yamaha NMax

Foto: Divulgação


A Dafra está atenta com a categoria Scooter e pensando nisso, a fabricante anunciou o lançamento de mais um novo modelo: o Cityclass 200i. A motocicleta, que foi apresentada ao público brasileiro durante a realização do Salão Duas Rodas em 2013 e é a prova de que a Dafra está apostando forte no segmento, chega ao Brasil sem concorrentes com a mesma cilindrada e com preço sugerido de R$ 9.390.

Com foco no público jovem, o Cityclass 200i está praticamente sozinho na categoria com este tipo de motorização, já que a motocicleta mais próxima da realidade da scooter da Dafra é a Honda PCX com 150cc e preços a partir de R$ 8.600.

Comercializada nas cores pérola e preta com prata, a moto dispõe de vários itens de conforto e segurança, como o porta-objeto com fechadura e entrada USB para carregar o celular, GPS, ou qualquer outro dispositivo eletrônico compatível, ganchos para sacola que aguentam até 2 kg, assento em dois níveis com tecido antiderrapante, bagageiro traseiro, compartimento sob o banco que acomoda capacete de qualquer tamanho, além do painel de instrumentos com visor digital e analógico que abrange diversas funções, como o velocímetro e o tacógrafo (conta-giros), relógio, hodômetro parcial e total, alerta de manutenção, indicador do nível de combustível, entre outros. Para completar, o modelo ainda vem com freios a disco na dianteira e na traseira com sistema de acionamento combinado FH-CBS (Full Hidraulic Combined Brake System), que proporciona maior segurança na condução, bem como rodas de liga leve de 16 polegadas calçadas com pneus Pirelli 100/80 na dianteira e 120/80 na traseira.

Quanto à sua motorização, o Cityclass 200i vem equipado com motor monocilíndrico quatro tempos OHC com injeção eletrônica e 199,1 cm³, capaz de entregar 13,86 cv de potência e torque de 1,41 kgfm. Trabalhando em conjunto com o propulsor de 200cc o scooter traz uma transmissão automática do tipo CVT, que garante maior conforto na pilotagem.

Vale lembrar que a Dafra teve que adiar o lançamento do Cityclass 200i, que estava previsto anteriormente para o meio deste ano, devido ao incêndio ocorrido em sua planta fabril em Manaus – AM em junho, que paralisou as operações na fábrica.

Por Caio Polo

Dafra Cityclass 200i

Dafra Cityclass 200i

Fotos: Divulgação


Lançada pela Honda em 2013 no Brasil, o PCX 150, atualmente o scooter mais vendido no mercado brasileiro, ganhou a linha 2015 com duas novas cores: branco pérola e preto. Fabricado na unidade fabril em Manuas – AM, o Honda PCX 150 2015 é oferecida com preços que partem dos R$ 8.600.

Voltada para o uso diário como um veículo para ágil mobilidade urbana, conforto e com baixo consumo de combustível, o Honda PCX 150 conta com um design moderno e alguns atrativos diferenciados. Entre eles o sistema Idling Stop System, tecnologia inédita no Brasil que desativa o motor de modo silencioso e automático quando a motocicleta estiver parada e permanecer em marcha lenta por mais de 3 segundos. O sistema, que funciona de modo semelhante ao Start&Stop dos carros, permite que o motor seja reativado, sem qualquer ruído de partida, assim que o acelerador é acionado. Com isso, o scooter diminui o consumo de combustível e a emissão de gases poluentes.

Outros destaques ficam por conta do painel de instrumentos que traz velocímetro analógico e uma tela de LCD digital com informações importantes (hodômetro parcial e total e nível de combustível), porta-objetos que acomoda um capacete fechado e outros objetos pequenos, além do sistema Shutter Key e chave sextavada acoplada à chave de ignição, que bloqueia o acesso ao miolo de ignição e garante maior segurança ao estacionar o veículo.

Além disso, o PCX 150 possui sistema de partida elétrica, suspensão dianteira telescópica e traseira dupla amortecida, rodas de liga leve de 14 polegadas calçadas com pneus mais largos (dianteiro 90/90 e traseiro 100/90) e sistema de freios com tecnologia CBS (Combined Brake System), que distribui de modo equilibrado a frenagem nas rodas traseira e dianteira, tudo para oferecer maior segurança de condução.

Mecanicamente, a Honda PCX 150 vem equipada com motor OHC monocilídrico, quatro tempos, arrefecido a líquido, com 152,9 cc e injeção eletrônica PGM-FI, capaz de entregar 13,6 cv e torque de 1,41 kgfm. Para aumentar a praticidade da pilotagem, o scooter traz associado ao bloco uma transmissão automática do tipo CVT.

Por Caio Polo

Honda PCX 150 2015

Honda PCX 150 2015

Honda PCX 150 2015

Fotos: Divulgação


Com o objetivo de conquistar e se fixar cada vez mais no mercado nacional a Dafra não poupa investimentos quando o assunto é novidade, principalmente no seguimento das scooters. Uma das novidades apresentadas pela companhia neste ano de 2014 foi o Maxsym 400i. Atração da marca durante a realização do último Salão Duas Rodas o modelo chegou às lojas nacionais com o preço de R$ 20.990.

Ainda no seguimento scooter a Dafra também tratou de dar um certo “upgrade” no Citycom 300i que a título de curiosidade é o scooter mais vendido pela empresa em terras nacionais. Neste caso o grande destaque fica por conta da presença dos freios combinados, isso quer dizer que a frenagem é repartida entre as rodas. O modelo continua com a mesma base da versão anterior.

O novo Citycom 300i sai pelo preço de R$ 15.240.

Um detalhe interessante é que os dois modelos citados são resultados de uma parceria feita entre a Dafra e a SYM, marca de origem taiwanesa.

No caso da Maxsym 400i é o modelo que conta com maior cilindrada vendido pela empresa e também o mais caro. Movido com um motor de quatro tempos de 399,3cm³ tem uma refrigeração líquida de 33,3 cv, isso a 7.500 rpm. O modelo apresenta um torque máximo de 3,2 kgfm a 5.500 rpm.

Esse scooter conta uma roda de 15 polegadas na parte dianteira, enquanto que na parte traseira o modelo tem uma de 14 polegadas. De acordo com informações divulgadas pela fabricante o consumo médio do modelo é de 25km/l. Isso possibilita um autonomia de 370 km. O scooter será produzido em Manaus.

Já a Citycom 300i continua com seu domínio intacto no setor de scooters de 300 cilindradas. A linha de 2015 também recebeu a tecnologia que agrega ao modelo o sistema de freios combinados.

O Citycomainda continua com o mesmo monocilíndrico de  263,7 cc. Podendo chegar a 23 cv de potência a 7.500 rpm com torque de 2,44 kgfm a 5.500 rpm. Ainda de acordo com fabricante o consumo médio desse modelo fica na faixa dos 25,9 km/l.

Por Denisson Soares

Dafra Maxsym 400i

Foto: Divulgação


Uma novidade interessante vai ser oferecida em pouco tempo nas ruas de Barcelona: o aluguel de scooters elétricas.

Esta iniciativa vem da empresa Cooltra que já adquiriu cerca de 1.000 unidades do GOVECS Go! 2.3 com o objetivo de oferecer um transporte mais facilitado aos moradores, mas sem poluir o meio ambiente.

O modelo de scooter elétrica adquirido pela Cooltra tem a capacidade de fazer 80 quilômetros com uma recarga apenas e obtêm a velocidade máxima de 80 km/h.

A partir desta compra, a Cooltra criou o Programa eRenting que oferece o aluguel de uma scooter elétrica por R$415 mensais ou R$15 por dia incluindo seguros, assistência técnica, manutenção do veículo e recarga gratuita nos diversos pontos espalhados pela cidade de Barcelona.

Apesar de possuir um mercado modesto, o avanço das vendas e utilização das scooters elétricas promete aumentar muito nos próximos anos.

Por Ana Camila Neves Morais


Apresentado recentemente, o conceito Onyx da Peugeot terá um amplo campo de atuação. Fora o automóvel da montadora, também é possível encontrar o Onyx nos formatos scooter e bicicleta.

Estas novidades serão reveladas durante um dos mais tradicionais eventos do segmento automotor em escala mundial, o Salão do Automóvel de Paris, que ocorre no final do mês de setembro e conta com as maiores marcas de veículos do mundo.

A Peugeot fará a apresentação de uma scooter de três rodas, contando com uma na traseira e 2 na dianteira, que tem o objetivo de ser um veículo econômico e sustentável. Segundo informações da marca, o veículo tem a capacidade de rodar até 50 quilômetros com apenas um litro de combustível.

Adicionando a motorização a uma combustão de 400 cilindradas juntamente com motor elétrico, a scooter tem a possibilidade de alcançar a potência total de 61 cv, com toque de 5,9 kgmf. Como forma de alimentação do propulsor à base de eletricidade do Onyx, haverá a utilização de um cabo que se conecta em tomadas. O comprimento do veículo é de 2.100 mm e o entre eixos apresenta 1.500 mm.

Por Marcelo Araújo


Assim que foram lançadas, as scooters já ganharam o público. Com seu design funcional e bagageiro para transportar cargas leves, homens e mulheres aderiram ao modelo e procuraram adquirir o seu.

Com o tempo escasso atualmente, as scooters se tornaram uma ótima forma de transporte rápido, garantindo economia em combustível e horas de trânsito.

Na Itália, a Peugeot apresentou seus novos modelos de scooters, a Tweet 125 Pro e a Ludix 14 50 Pro 2T e 4T. Os modelos já existiam no comércio da França e chegam à Itália como uma opção mais barata para entregas e afins.

O modelo Tweet foi projetado para um conjunto de maior potência que o Ludix, com motor capaz de gerar 6,5 cv e consumir por volta de 27 km/l. Esta opção sai por cerca de R$ 5.400,00.

No caso dos 2 modelos Ludix, ambos possuem rodas de aro 14” (que proporcionam estabilidade) e podem atingir velocidade máxima de 45 km/h, com consumo de cerca de 28 km/l. O valor apresentado para estas scooters equivale a R$ 3.821,10.

Contudo, a nova linha de scooters da Peugeot procura combinar segurança, baixo custo operacional e conforto, agregando valor em custo x benefício.

Por Anne A. Matioli Dias


A Dafra Motos lançou este mês um modelo de scooter voltado para as mulheres, a Smart Joy, que faz parte de uma série especial da marca.

O novo modelo é o resultado de uma pesquisa feita pela própria empresa com as donas de scooter. Segundo a gerente de marketing da Dafra, a Smart Joy é perfeita para as mulheres que procuram um veículo que seja fácil de pilotar, confortável e econômico.

A cor do novo modelo segue as últimas tendências e foi escolhida levando em consideração o gosto das mulheres pesquisadas.

A Smart Joy conta ainda com câmbio automático e porta-objetos, dois itens muito valorizados por esse público. Outra vantagem é a luz auxiliar que integra o porta-objetos.

Outro ponto que merece destaque é o design do painel de instrumentos, que conta com ponteiro analógico de velocidade, hodômetro parcial e total, além de indicadores que mostram a carga da bateria, nível do óleo e funcionamento da injeção eletrônica.

Para deixar o veículo ainda mais personalizado, a Smart Joy é acompanhada por uma cartela de adesivos que serve como uma forma de customizar o modelo.

A Smart Joy já está à venda em todas as lojas da marca, tendo como preço sugerido o valor de R$ 5.290,00.

Para conferir mais informações, acesse o site www.daframotos.com.br.

Por Joyce Silva





CONTINUE NAVEGANDO: